Festival exibe, na web, 13 longas e 20 curtas franceses inéditos entre os dias 14 e 29. Os internautas podem votar em seus preferidos

O Baile das atrizes é uma das produções em competição no festival

O cinema francês não é tão conhecido dos brasileiros quanto deveria, sobretudo para quem mora fora dos grandes centros. Ainda assim, há alguns poucos filmes franceses em cartaz. A partir do dia 14, até dia 29, será possível assistir a 13 longas e 20 curta-metragens inéditos da França pelo site do Myfrenchfilmfestival.com. Uma oportunidade para se aproximar da produção contemporânea (e menos badalada) do país onde o cinema foi criado e revolucionado, com diretores como Jean Vigo e Jean Renoir, do realismo poético, François Truffaut, Claude Chabrol e Jean-Luc Godard, da nouvelle vague, o ainda em franca produção Alain Resnais, o contemporâneo François Ozon e tantos outros nomes que inspiram as novas gerações de cineastas de inúmeros países.

Segundo a organização do festival, internautas do mundo todo poderão assistir aos 10 longas e 10 curtas da mostra competitiva e outro três longas de fora da competição – French Cancan (1955), de Jean Renoir, Hérisson (O porco espinho, 2009), de Mona Achache, e Beaux gosses (Os garotões, 2009), de Riad Sattouf.

O site e as legendas dos filmes são acessíveis em 10 idiomas, além do português, alemão, inglês, francês, espanhol, italiano, português, polonês, árabe e japonês. Na maioria dos países, é preciso pagar para assisti-los. O pacote com todos os filmes custa €13,99, mas os brasileiros não precisam pagar: todos os filmes do festival são acessíveis gratuitamente na Rússia e nos países latino-americanos. Aproveitemos essa barganha.

Abaixo, as produções em competição.

Longas

Adieu Gary (Adeus, Gary), de Nassim Amaouche
Comédia dramática

Bus Palladium (Bus Palladium), de Christopher Thompson
Comédia dramática

Complices (Cúmplices), de Frédéric Mermoud
Policial, Suspense

Espion(s) (Espiões), de Nicolas Saada
Espionagem, Romance

Famille Wolberg (A família Wolberg), de Axelle Ropert
Comédia dramática

Autre (A outra), de Pierre Trividic
Drama

Le Bal des actrices (O Baile das atrizes), de Maïwenn
Comédia

Qu'un seul tienne et les autres suivront (Aguente a barra para todo mundo sair do buraco), de Léa Fehner
Drama

Tête de Turc (Turk’s head), de Pascal Elbé
Drama, Policial

Tout ce qui brille (Tudo o que reluz), de Géraldine Nakache
Comédia

Curtas

¿Dónde está Kim Basinger? (¿Dónde está Kim Basinger?), de Edouard Deluc
Comédia

Babel (Babel), de Hendrick Dusollier
Animação

Cabossés (Marcados), de Louise de Prémonville
Drama

C'est gratuit pour les filles (Menina não paga), de Claire Burger
Drama

Chienne d'histoire (Cães ilhados), de Serge Avédikian
Animação

En attendant que la pluie cesse (Esperando a chuva passar), de Charlotte Joulia
Romance

Petit Dragon (O Dragãozinho), de Bruno Collet
Animação

Homme à la Gordini (O homem do Gordini azul), de Jean-Christophe Lie
Comédia, Animação

Mémoires d’une jeune fille dérangée (Diário de uma moça perturbada), de Keren Marciano Drama, Comédia

Une pute et un poussin (A puta e o pinto), de Clément Michel
Comédia

Link desta Matéria
publicado por sattotal às 20:49 | link do post
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
15
17
19
23
27
29
30
31
comentários recentes
MUSA, DIVA, SEREIA LINDA E DELICIOSA QUE AMAREI ET...
Sereia linda e deliciosa Ana Hickmann, te amo
Deusa linda que amo demais Ana Hickmann
Te amarei enternamente Ana Hickmann
Diva, musa, sereia linda Ana Hickmann, te amo dema...
Está fixe :-)
Faltou indicar os créditos desse artigo. A fonte o...
Excelente artigo, gostei da abordagem. Visite o me...
Em que decodificador?
Porque está emissora só tem programa de merda não ...
SAPO Blogs