Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIVE TV

LIVE TV

ATAQUE AO INTERNET EXPLORER

Dezembro 20, 2008

sattotal



Microsoft prevê vaga de ataques no Internet Explorer




A Microsoft avisa que se poderá assistir a uma enorme vaga de ataques na Web, devido a uma falha crítica descoberta no Internet Explorer. Já há seis mil páginas infectadas.
E o número tem tendência para crescer. Segundo os investigadores do Malware Protection Center Blog, 0,2% de todos os utilizadores da Internet devem ter estado expostos a páginas onde esta falha é explorada.


A vulnerabilidade pode ser encontrada em todas as versões do browser e já foi detectada há uma semana, não havendo previsão de quando estará corrigida.
Um motor de busca de Taiwan e uma página pornográfica de Hong Kong são duas das páginas legítimas que foram alteradas por hackers, de forma a atingir os computadores dos utilizadores.


Existem neste momento seis mil páginas infectadas, com tendência a crescer.

ATAQUE AO INTERNET EXPLORER

Dezembro 20, 2008

sattotal



Microsoft prevê vaga de ataques no Internet Explorer




A Microsoft avisa que se poderá assistir a uma enorme vaga de ataques na Web, devido a uma falha crítica descoberta no Internet Explorer. Já há seis mil páginas infectadas.
E o número tem tendência para crescer. Segundo os investigadores do Malware Protection Center Blog, 0,2% de todos os utilizadores da Internet devem ter estado expostos a páginas onde esta falha é explorada.


A vulnerabilidade pode ser encontrada em todas as versões do browser e já foi detectada há uma semana, não havendo previsão de quando estará corrigida.
Um motor de busca de Taiwan e uma página pornográfica de Hong Kong são duas das páginas legítimas que foram alteradas por hackers, de forma a atingir os computadores dos utilizadores.


Existem neste momento seis mil páginas infectadas, com tendência a crescer.

EUA desprotegidos de ciber-ataques

Dezembro 20, 2008

sattotal

Fontes do Governo americano e especialistas, depois de dois dias de simulação de uma ciber-guerra, concluem que a nação não está preparada para se defender de uma vaga de ataques digitais.
Mais de 230 representantes da defesa, agências de segurança privadas e grupos civis estiveram envolvidos na simulação. Liderança, planeamento e comunicações são as principais falhas, noticia a Reuters.
O presidente do subcomité de ciber-segurança, James Langevin, admite que «estamos muito mais atrasados do que devíamos». O exercício serviu para se concluir que os EUA devem investir milhares de milhões de dólares para evitar a falência dos sistemas bancário e eléctrico em caso de ataque.
Tratou-se do maior exercício feito e consistia num jogo de guerra em que se simulava vários ataques a computadores em tempo de crise e procuravam-se formas de mitigar os efeitos.

EUA desprotegidos de ciber-ataques

Dezembro 20, 2008

sattotal

Fontes do Governo americano e especialistas, depois de dois dias de simulação de uma ciber-guerra, concluem que a nação não está preparada para se defender de uma vaga de ataques digitais.
Mais de 230 representantes da defesa, agências de segurança privadas e grupos civis estiveram envolvidos na simulação. Liderança, planeamento e comunicações são as principais falhas, noticia a Reuters.
O presidente do subcomité de ciber-segurança, James Langevin, admite que «estamos muito mais atrasados do que devíamos». O exercício serviu para se concluir que os EUA devem investir milhares de milhões de dólares para evitar a falência dos sistemas bancário e eléctrico em caso de ataque.
Tratou-se do maior exercício feito e consistia num jogo de guerra em que se simulava vários ataques a computadores em tempo de crise e procuravam-se formas de mitigar os efeitos.

Telemóveis carregados com voz?

Dezembro 20, 2008

sattotal

Telemóveis carregados com voz? Sim, será possível

Um professor da Universidade A&M, do Texas, EUA, está a desenvolver um método que vai permitir carregar telemóveis ou leitores de MP3 apenas com a voz.

Tahir Cagin é o professor que quer aplicar à nanoescala uma tecnologia já existente e que permite criar electricidade a partir de cristais ou de cerâmica, noticia a PC Pro.
Cagin afirma que um cristal derivado de bário é 100 vezes mais eficiente a produzir energia se for produzido a uma escala de 21 nanómetros. Isto deve-se ao facto de o material nesta escala ser muito mais sensível a alterações atmosféricas.
A tecnologia já é utilizada em relógios e lanternas e o Exército americano quer aplicá-la na movimentação de tropas. Para produzir electricidade, são utilizados pequenos fragmentos de cristais ou de cerâmica que geram voltagem quando submetidos a um tipo de pressão mecânica.
Se aplicada, mas só daqui a algumas décadas, de acordo com o professor, a tecnologia vai permitir recarregar telemóveis, leitores de MP3 e até portáteis.

Telemóveis carregados com voz?

Dezembro 20, 2008

sattotal

Telemóveis carregados com voz? Sim, será possível

Um professor da Universidade A&M, do Texas, EUA, está a desenvolver um método que vai permitir carregar telemóveis ou leitores de MP3 apenas com a voz.

Tahir Cagin é o professor que quer aplicar à nanoescala uma tecnologia já existente e que permite criar electricidade a partir de cristais ou de cerâmica, noticia a PC Pro.
Cagin afirma que um cristal derivado de bário é 100 vezes mais eficiente a produzir energia se for produzido a uma escala de 21 nanómetros. Isto deve-se ao facto de o material nesta escala ser muito mais sensível a alterações atmosféricas.
A tecnologia já é utilizada em relógios e lanternas e o Exército americano quer aplicá-la na movimentação de tropas. Para produzir electricidade, são utilizados pequenos fragmentos de cristais ou de cerâmica que geram voltagem quando submetidos a um tipo de pressão mecânica.
Se aplicada, mas só daqui a algumas décadas, de acordo com o professor, a tecnologia vai permitir recarregar telemóveis, leitores de MP3 e até portáteis.

O robô médico (VÍDEO)

Dezembro 20, 2008

sattotal




Medical Robot pretende ajudar médicos e enfermeiros dentro de um hospital.
O robô desenvolvido pelo Instituto de Sistemas e Robótica do Porto (ISR-P) já foi testado em ambiente de hospital. Os investigadores nortenhos vão continuar a trabalhar para que esta máquina se possa tornar uma presença assídua em ambientes clínicos.

Veja neste vídeo o Medical Robot em acção




O robô médico (VÍDEO)

Dezembro 20, 2008

sattotal




Medical Robot pretende ajudar médicos e enfermeiros dentro de um hospital.
O robô desenvolvido pelo Instituto de Sistemas e Robótica do Porto (ISR-P) já foi testado em ambiente de hospital. Os investigadores nortenhos vão continuar a trabalhar para que esta máquina se possa tornar uma presença assídua em ambientes clínicos.

Veja neste vídeo o Medical Robot em acção




HP e Universidade do Arizona desenvolvem ecrã flexível

Dezembro 20, 2008

sattotal


Barato, flexível como uma folha de papel e totalmente fabricado em plástico: eis o novo ecrã flexível criado pela HP e Universidade do Arizona.


Com os primeiros protótipo de ecrãs dobráveis, HP e Universidade do Arizona alcançaram a grande quimera dos ecrãs, com o desenvolvimento de um material que além de servir de suporte a imagens em movimento, também é resistente a “dobras” e “torções” e contém menos 90% componentes que os tradicionais ecrãs LCD.
Os investigadores norte-americanos criaram os novos ecrãs com base em técnicas de impressão litográfica auto-alinhada sobre filmes de transístor finos ou polímeros flexíveis, noticia a Daily Tech.
São várias as aplicações possíveis para os novos ecrãs flexíveis: do denominado papel electrónico a embalagens de produtos, de portáteis a electrodomésticos.

HP e Universidade do Arizona desenvolvem ecrã flexível

Dezembro 20, 2008

sattotal


Barato, flexível como uma folha de papel e totalmente fabricado em plástico: eis o novo ecrã flexível criado pela HP e Universidade do Arizona.


Com os primeiros protótipo de ecrãs dobráveis, HP e Universidade do Arizona alcançaram a grande quimera dos ecrãs, com o desenvolvimento de um material que além de servir de suporte a imagens em movimento, também é resistente a “dobras” e “torções” e contém menos 90% componentes que os tradicionais ecrãs LCD.
Os investigadores norte-americanos criaram os novos ecrãs com base em técnicas de impressão litográfica auto-alinhada sobre filmes de transístor finos ou polímeros flexíveis, noticia a Daily Tech.
São várias as aplicações possíveis para os novos ecrãs flexíveis: do denominado papel electrónico a embalagens de produtos, de portáteis a electrodomésticos.

Asfalto que produz energia

Dezembro 20, 2008

sattotal





Uma empresa israelita desenvolveu uma forma de produção de energia, baseada no conceito de aproveitamento das vibrações criadas pelos carros nas estradas.
A ideia de se produzir energia através de vibrações captadas por cristais piezoeléctricos não é propriamente nova. O que é inovador na proposta da Innowattech é o método.
O sistema vai começar a ser testado numa secção de 100 metros de uma estrada no norte de Israel já em Janeiro de 2009, onde serão instalados cristais piezoeléctricos por baixo do alcatrão.
De acordo com o inventor, Haim Abramovic, esta tecnologia vai permitir gerar uma potência eléctrica de 500 kilowatts por cada quilómetro de uma estrada movimentada. Se funcionar, o sistema poderá ser aplicado a linhas férreas e a pistas de aeroportos.
A empresa disponibiliza uma demonstração desta tecnologia num vídeo em
www.innowattech.co.il.

Asfalto que produz energia

Dezembro 20, 2008

sattotal





Uma empresa israelita desenvolveu uma forma de produção de energia, baseada no conceito de aproveitamento das vibrações criadas pelos carros nas estradas.
A ideia de se produzir energia através de vibrações captadas por cristais piezoeléctricos não é propriamente nova. O que é inovador na proposta da Innowattech é o método.
O sistema vai começar a ser testado numa secção de 100 metros de uma estrada no norte de Israel já em Janeiro de 2009, onde serão instalados cristais piezoeléctricos por baixo do alcatrão.
De acordo com o inventor, Haim Abramovic, esta tecnologia vai permitir gerar uma potência eléctrica de 500 kilowatts por cada quilómetro de uma estrada movimentada. Se funcionar, o sistema poderá ser aplicado a linhas férreas e a pistas de aeroportos.
A empresa disponibiliza uma demonstração desta tecnologia num vídeo em
www.innowattech.co.il.

COMO RECLAMAR - SPAM

Dezembro 20, 2008

sattotal


Para quem devo reclamar quando receber um spam?


Deve-se reclamar de spams para os responsáveis pela rede de onde partiu a mensagem.

Além de enviar a reclamação para os responsáveis pela rede de onde saiu a mensagem, procure manter o e-mail mail-abuse@cert.br na cópia de reclamações de spam. Deste modo, o CERT.br pode manter dados estatísticos sobre a incidência e origem de spams no Brasil e, também, identificar máquinas mal configuradas que estejam sendo abusadas por spammers.

Vale lembrar que recomenda-se não responder a um spam ou enviar uma mensagem solicitando a remoção da lista de e-mails. Geralmente, este é um dos métodos que os spammers utilizam para confirmar que um endereço de e-mail é válido e realmente alguém o utiliza.

Que informações devo incluir numa reclamação de spam?
Para que os responsáveis por uma rede possam identificar a origem de um spam é necessário que seja enviada a mensagem recebida acompanhada do seu cabeçalho completo (header).

É no cabeçalho de uma mensagem que estão as informações sobre o endereço IP de origem da mensagem, por quais servidores de e-mail a mensagem passou, entre outras.

Informações sobre como obter os cabeçalhos de mensagens podem ser encontradas em http://www.spambr.org/header.html



Informações sobre como entender os diversos campos normalmente encontrados nos cabeçalhos de e-mails estão disponíveis nas páginas abaixo (em inglês):

Reading Email Headers — http://www.stopspam.org/email/headers.html




O que devo fazer ao identificar em um spam um caso de phishing/scam?


Ao identificar um spam como sendo um caso de phishing/scam, você deve enviar uma reclamação para os responsáveis pela rede de onde partiu a mensagem e para os responsáveis pelo site onde o esquema fraudulento está sendo hospedado. A reclamação deve conter não só o cabeçalho completo, mas também o conteúdo completo da mensagem recebida.

Dicas sobre como obter o conteúdo completo de mensagens em diversos programas leitores de e-mails estão disponíveis em http://www.spamcop.net/fom-serve/cache/19.html (em inglês).

Além de enviar a reclamação para os responsáveis pela rede de onde saiu a mensagem e pelo site onde o esquema fraudulento está sendo hospedado, procure manter o e-mail cert@cert.br na cópia da reclamação. Deste modo, o CERT.br pode manter dados estatísticos sobre a incidência e origem de fraudes no Brasil e, também, repassar a reclamação para os contatos dos responsáveis que, por ventura, não tenham sido identificados.

Vale ressaltar que é muito importante incluir o conteúdo completo da mensagem na reclamação, pois só assim será possível identificar o site utilizado para hospedar o esquema fraudulento, que pode ser uma página clonada de uma instituição financeira, um arquivo malicioso para furtar dados pessoais e financeiros de usuários, entre outros.

Mais detalhes sobre phishing/scam e outros tipos de fraude via Internet podem ser encontrados na Cartilha de Segurança para Internet – Parte IV: Fraudes na Internet.

Como encontro os responsáveis pela rede de onde partiu o spam?


Na Internet são mantidas diversas bases de dados com as informações a respeito dos responsáveis pelos blocos de números IP existentes. Estas bases de dados estão nos chamados "Servidores de Whois".

O servidor de Whois para os IPs alocados ao Brasil pode ser consultado em http://registro.br/. Para os demais países e continentes existem diversos outros servidores. O site http://www.geektools.com/whois.php aceita consultas referentes a qualquer número IP e redireciona estas consultas para os servidores de Whois apropriados.

Os passos para encontrar os dados dos responsáveis incluem:

- Acessar o site http://registro.br/ e fazer uma pesquisa pelo número IP ou pelo nome de domínio da máquina de onde partiu a atividade;
- Se o IP da máquina estiver alocado para o Brasil, os dados dos responsáveis serão exibidos;
- Se aparecer a mensagem: "Não alocado para o Brasil", significa que o IP está alocado para algum outro país. Uma consulta no site http://www.geektools.com/whois.php pode retornar os e-mails dos responsáveis.
Vale lembrar que os e-mails que são encontrados a partir destas consultas não são necessariamente os e-mails da pessoa que praticou o ataque. Estes e-mails são dos responsáveis pela rede onde a máquina está conectada, ou seja, podem ser os administradores da rede, sócios da empresa, ou qualquer outra pessoa que foi designada para cuidar da conexão da instituição com a Internet.

Por que devo reclamar de um spam?


Ao reclamar de um spam para os responsáveis pela rede de onde partiu a mensagem, se esta rede possuir uma política de uso aceitável, a pessoa que enviou o spam pode receber as penalidades que nela estão previstas.

Muitas vezes, porém, é difícil conhecer a real origem do spam. Os spammers costumam enviar suas mensagens através de máquinas mal configuradas, que permitem que terceiros as utilizem para enviar os e-mails. Se isto ocorrer, a reclamação para a rede de origem do spam servirá para alertar os seus responsáveis sobre possíveis problemas com suas máquinas, como por exemplo:

* spams partindo de uma máquina infectada com um programa malicioso (spam zombie) que está enviando e-mails de maneira automatizada;
* spams partindo de máquinas mal-configuradas, que permitem ao spammer enviar e-mails de forma anônima.
Quando o spam parte de uma máquina que foi vítima de um spam zombie ou que estava mal-configurada, reportar este spam para os responsáveis pela máquina que originou o ataque vai ajudá-los a identificar o problema e resolvê-lo.

COMO RECLAMAR - SPAM

Dezembro 20, 2008

sattotal


Para quem devo reclamar quando receber um spam?


Deve-se reclamar de spams para os responsáveis pela rede de onde partiu a mensagem.

Além de enviar a reclamação para os responsáveis pela rede de onde saiu a mensagem, procure manter o e-mail mail-abuse@cert.br na cópia de reclamações de spam. Deste modo, o CERT.br pode manter dados estatísticos sobre a incidência e origem de spams no Brasil e, também, identificar máquinas mal configuradas que estejam sendo abusadas por spammers.

Vale lembrar que recomenda-se não responder a um spam ou enviar uma mensagem solicitando a remoção da lista de e-mails. Geralmente, este é um dos métodos que os spammers utilizam para confirmar que um endereço de e-mail é válido e realmente alguém o utiliza.

Que informações devo incluir numa reclamação de spam?
Para que os responsáveis por uma rede possam identificar a origem de um spam é necessário que seja enviada a mensagem recebida acompanhada do seu cabeçalho completo (header).

É no cabeçalho de uma mensagem que estão as informações sobre o endereço IP de origem da mensagem, por quais servidores de e-mail a mensagem passou, entre outras.

Informações sobre como obter os cabeçalhos de mensagens podem ser encontradas em http://www.spambr.org/header.html



Informações sobre como entender os diversos campos normalmente encontrados nos cabeçalhos de e-mails estão disponíveis nas páginas abaixo (em inglês):

Reading Email Headers — http://www.stopspam.org/email/headers.html




O que devo fazer ao identificar em um spam um caso de phishing/scam?


Ao identificar um spam como sendo um caso de phishing/scam, você deve enviar uma reclamação para os responsáveis pela rede de onde partiu a mensagem e para os responsáveis pelo site onde o esquema fraudulento está sendo hospedado. A reclamação deve conter não só o cabeçalho completo, mas também o conteúdo completo da mensagem recebida.

Dicas sobre como obter o conteúdo completo de mensagens em diversos programas leitores de e-mails estão disponíveis em http://www.spamcop.net/fom-serve/cache/19.html (em inglês).

Além de enviar a reclamação para os responsáveis pela rede de onde saiu a mensagem e pelo site onde o esquema fraudulento está sendo hospedado, procure manter o e-mail cert@cert.br na cópia da reclamação. Deste modo, o CERT.br pode manter dados estatísticos sobre a incidência e origem de fraudes no Brasil e, também, repassar a reclamação para os contatos dos responsáveis que, por ventura, não tenham sido identificados.

Vale ressaltar que é muito importante incluir o conteúdo completo da mensagem na reclamação, pois só assim será possível identificar o site utilizado para hospedar o esquema fraudulento, que pode ser uma página clonada de uma instituição financeira, um arquivo malicioso para furtar dados pessoais e financeiros de usuários, entre outros.

Mais detalhes sobre phishing/scam e outros tipos de fraude via Internet podem ser encontrados na Cartilha de Segurança para Internet – Parte IV: Fraudes na Internet.

Como encontro os responsáveis pela rede de onde partiu o spam?


Na Internet são mantidas diversas bases de dados com as informações a respeito dos responsáveis pelos blocos de números IP existentes. Estas bases de dados estão nos chamados "Servidores de Whois".

O servidor de Whois para os IPs alocados ao Brasil pode ser consultado em http://registro.br/. Para os demais países e continentes existem diversos outros servidores. O site http://www.geektools.com/whois.php aceita consultas referentes a qualquer número IP e redireciona estas consultas para os servidores de Whois apropriados.

Os passos para encontrar os dados dos responsáveis incluem:

- Acessar o site http://registro.br/ e fazer uma pesquisa pelo número IP ou pelo nome de domínio da máquina de onde partiu a atividade;
- Se o IP da máquina estiver alocado para o Brasil, os dados dos responsáveis serão exibidos;
- Se aparecer a mensagem: "Não alocado para o Brasil", significa que o IP está alocado para algum outro país. Uma consulta no site http://www.geektools.com/whois.php pode retornar os e-mails dos responsáveis.
Vale lembrar que os e-mails que são encontrados a partir destas consultas não são necessariamente os e-mails da pessoa que praticou o ataque. Estes e-mails são dos responsáveis pela rede onde a máquina está conectada, ou seja, podem ser os administradores da rede, sócios da empresa, ou qualquer outra pessoa que foi designada para cuidar da conexão da instituição com a Internet.

Por que devo reclamar de um spam?


Ao reclamar de um spam para os responsáveis pela rede de onde partiu a mensagem, se esta rede possuir uma política de uso aceitável, a pessoa que enviou o spam pode receber as penalidades que nela estão previstas.

Muitas vezes, porém, é difícil conhecer a real origem do spam. Os spammers costumam enviar suas mensagens através de máquinas mal configuradas, que permitem que terceiros as utilizem para enviar os e-mails. Se isto ocorrer, a reclamação para a rede de origem do spam servirá para alertar os seus responsáveis sobre possíveis problemas com suas máquinas, como por exemplo:

* spams partindo de uma máquina infectada com um programa malicioso (spam zombie) que está enviando e-mails de maneira automatizada;
* spams partindo de máquinas mal-configuradas, que permitem ao spammer enviar e-mails de forma anônima.
Quando o spam parte de uma máquina que foi vítima de um spam zombie ou que estava mal-configurada, reportar este spam para os responsáveis pela máquina que originou o ataque vai ajudá-los a identificar o problema e resolvê-lo.

BOAS PRÁTICAS

Dezembro 20, 2008

sattotal




Como não se tornar um spammer


Muitas pessoas, mesmo sem perceber, em algum momento já enviaram uma corrente da sorte, uma lenda urbana ou algo parecido. Para não se tornar um spammer, mesmo entre amigos, é importante respeitar as seguintes dicas:

- Siga as normas da etiqueta (Netiqueta). É recomendado, por exemplo, sempre preencher o campo do assunto com uma descrição significativa do conteúdo do e-mail. Dessa forma, o destinatário terá a opção de não abri-lo, caso não seja de seu interesse.


- Procure informações a respeito dos diversos e-mails que receber. Muitos usuários, por desconhecimento, reiniciam a propagação de lendas urbanas ou boatos.


- Antes de enviar um e-mail, reflita se o conteúdo será útil ou de interesse do grupo para o qual pretende remetê-lo.


- Procure refletir antes de repassar e-mails suspeitos, tais como: boatos, lendas urbanas e até mesmo, golpes. Na dúvida, não envie.


- Respeite o propósito e o formato das listas de discussão e demais fóruns na rede.


- Não use listas de mala direta ou particulares de amigos de terceiros para enviar propaganda ou quaisquer divulgações pessoais.


- Se decidir fazer marketing de sua empresa ou negócios na Internet, informe-se antes sobre as melhores práticas para este fim.



Como fazer marketing por e-mail, sem fazer spam


Fazer marketing pela Internet sem provocar spam, requer o uso de boas práticas. A seguir, algumas das quais podem evitar a propagação de e-mails não solicitados.

- Enviar e-mails somente para os clientes que optaram pelo cadastro na lista de divulgação de seus produtos e/ou serviços. Tal cadastro pode ter sido feito por telefone, na hora do primeiro contato comercial ou por formulário disponível no site da empresa na Internet.


- Não usar listas de divulgação de terceiros, nem comprá-las de fornecedores de mala direta.


- Não reutilizar listas de divulgação, ou seja, não enviar informações de determinado serviço aos clientes cadastrados na lista de divulgação de outro serviço, ainda que sejam da mesma empresa.


- Respeitar as opções do cliente no preenchimento de formulários de cadastramento em listas de divulgação, por escrito ou on-line.


- Respeitar as solicitações de descadastramento de suas listas.


- Não iniciar o primeiro contato com o cliente por e-mail, ou seja, o envio do primeiro e-mail, sem prévia autorização do cliente, caracteriza a prática de spam.

BOAS PRÁTICAS

Dezembro 20, 2008

sattotal




Como não se tornar um spammer


Muitas pessoas, mesmo sem perceber, em algum momento já enviaram uma corrente da sorte, uma lenda urbana ou algo parecido. Para não se tornar um spammer, mesmo entre amigos, é importante respeitar as seguintes dicas:

- Siga as normas da etiqueta (Netiqueta). É recomendado, por exemplo, sempre preencher o campo do assunto com uma descrição significativa do conteúdo do e-mail. Dessa forma, o destinatário terá a opção de não abri-lo, caso não seja de seu interesse.


- Procure informações a respeito dos diversos e-mails que receber. Muitos usuários, por desconhecimento, reiniciam a propagação de lendas urbanas ou boatos.


- Antes de enviar um e-mail, reflita se o conteúdo será útil ou de interesse do grupo para o qual pretende remetê-lo.


- Procure refletir antes de repassar e-mails suspeitos, tais como: boatos, lendas urbanas e até mesmo, golpes. Na dúvida, não envie.


- Respeite o propósito e o formato das listas de discussão e demais fóruns na rede.


- Não use listas de mala direta ou particulares de amigos de terceiros para enviar propaganda ou quaisquer divulgações pessoais.


- Se decidir fazer marketing de sua empresa ou negócios na Internet, informe-se antes sobre as melhores práticas para este fim.



Como fazer marketing por e-mail, sem fazer spam


Fazer marketing pela Internet sem provocar spam, requer o uso de boas práticas. A seguir, algumas das quais podem evitar a propagação de e-mails não solicitados.

- Enviar e-mails somente para os clientes que optaram pelo cadastro na lista de divulgação de seus produtos e/ou serviços. Tal cadastro pode ter sido feito por telefone, na hora do primeiro contato comercial ou por formulário disponível no site da empresa na Internet.


- Não usar listas de divulgação de terceiros, nem comprá-las de fornecedores de mala direta.


- Não reutilizar listas de divulgação, ou seja, não enviar informações de determinado serviço aos clientes cadastrados na lista de divulgação de outro serviço, ainda que sejam da mesma empresa.


- Respeitar as opções do cliente no preenchimento de formulários de cadastramento em listas de divulgação, por escrito ou on-line.


- Respeitar as solicitações de descadastramento de suas listas.


- Não iniciar o primeiro contato com o cliente por e-mail, ou seja, o envio do primeiro e-mail, sem prévia autorização do cliente, caracteriza a prática de spam.

SIC: programação férias de Natal

Dezembro 20, 2008

sattotal



Com a chegada das férias de Natal, a SIC preparou para os mais novos uma programação especial. A primeira grande estreia é já este domingo dia 21 às 11h30, com a saga “Star Wars”, de George Lucas, a entrar na antena da SIC numa versão animada intitulada “Star Wars: The Clone Wars”. Depois, na segunda-feira dia 22 às 9h30, é a vez de “Tween Box”, o novo espaço infanto-juvenil das manhãs da SIC. Outra novidade da “caixinha” de surpresas é o início do fenómeno “Snobs”. Para além destas estreias, existe ainda a série mágica “H2O”, um sucesso em todos os países por onde passa.

SIC: programação férias de Natal

Dezembro 20, 2008

sattotal



Com a chegada das férias de Natal, a SIC preparou para os mais novos uma programação especial. A primeira grande estreia é já este domingo dia 21 às 11h30, com a saga “Star Wars”, de George Lucas, a entrar na antena da SIC numa versão animada intitulada “Star Wars: The Clone Wars”. Depois, na segunda-feira dia 22 às 9h30, é a vez de “Tween Box”, o novo espaço infanto-juvenil das manhãs da SIC. Outra novidade da “caixinha” de surpresas é o início do fenómeno “Snobs”. Para além destas estreias, existe ainda a série mágica “H2O”, um sucesso em todos os países por onde passa.

Sport TV e SIC compram direitos da Europa League

Dezembro 20, 2008

sattotal


A Sport TV garantiu um acordo com a UEFA para a transmissão da Europe League, competição que substitui a Taça UEFA a partir da época 2009/ 2010. Até à época 2011/2012, o operador dos canais desportivos codificados vai assim exibir 190 dos 205 jogos deste nova competição. Também a SIC adquiriu esses mesmos direitos pelo mesmo período, transmitindo 45 jogos, 15 em cada época.

Sport TV e SIC compram direitos da Europa League

Dezembro 20, 2008

sattotal


A Sport TV garantiu um acordo com a UEFA para a transmissão da Europe League, competição que substitui a Taça UEFA a partir da época 2009/ 2010. Até à época 2011/2012, o operador dos canais desportivos codificados vai assim exibir 190 dos 205 jogos deste nova competição. Também a SIC adquiriu esses mesmos direitos pelo mesmo período, transmitindo 45 jogos, 15 em cada época.

Hot Bird 9 e Eutelsat W2M: tudo a postos

Dezembro 20, 2008

sattotal

Está tudo pronto para o lançamento, previsto para este sábado dia 20 (entre as 09h41 e as 10h50), dos novos satélites da Eutelsat Hot Bird 9 e W2M, através de um foguetão Ariane 5 e a partir de Kourou (Guiana Francesa). Segundo a Eutelsat, estes são os dois primeiros elementos de um importante programa de expansão, que inclui 7 satélites a lançar até finais de 2010. Nessa altura, o operador pan-europeu passará então a dispor de 664 transponders, contre os 501 de hoje (excluindo a capacidade em banda S e Ka). Para assistir ao lançamento deste foguetão, clique aqui. Poderá também seguir este lançamento em directo através da recepção satélite: via Hot Bird (13º Este, frequência 10853 MHz, Pol. V, SR 27500, FEC 3/4); ou via Atlantic Bird 3 (5º Oeste, frequência 12543 MHz, Pol. H, SR 27500, FEC 3/4).

Hot Bird 9 e Eutelsat W2M: tudo a postos

Dezembro 20, 2008

sattotal

Está tudo pronto para o lançamento, previsto para este sábado dia 20 (entre as 09h41 e as 10h50), dos novos satélites da Eutelsat Hot Bird 9 e W2M, através de um foguetão Ariane 5 e a partir de Kourou (Guiana Francesa). Segundo a Eutelsat, estes são os dois primeiros elementos de um importante programa de expansão, que inclui 7 satélites a lançar até finais de 2010. Nessa altura, o operador pan-europeu passará então a dispor de 664 transponders, contre os 501 de hoje (excluindo a capacidade em banda S e Ka). Para assistir ao lançamento deste foguetão, clique aqui. Poderá também seguir este lançamento em directo através da recepção satélite: via Hot Bird (13º Este, frequência 10853 MHz, Pol. V, SR 27500, FEC 3/4); ou via Atlantic Bird 3 (5º Oeste, frequência 12543 MHz, Pol. H, SR 27500, FEC 3/4).

Brasil: SIC reforça distribuição

Dezembro 20, 2008

sattotal


A SIC reforça a sua presença no Brasil, ao assinar um acordo com o operador local Embratel para a distribuição por satélite (no “bouquet” Via Embratel, no satélite Star One C2, posicionado nos 70,5º Oeste) do seu canal vocacionado para os mercados externos, SIC Internacional. Recorde-se que este canal já está presente no mercado brasileiro via plataformas Sky (satélite) e Net (cabo).

Brasil: SIC reforça distribuição

Dezembro 20, 2008

sattotal


A SIC reforça a sua presença no Brasil, ao assinar um acordo com o operador local Embratel para a distribuição por satélite (no “bouquet” Via Embratel, no satélite Star One C2, posicionado nos 70,5º Oeste) do seu canal vocacionado para os mercados externos, SIC Internacional. Recorde-se que este canal já está presente no mercado brasileiro via plataformas Sky (satélite) e Net (cabo).

Quanto vale seu Blog?

Dezembro 20, 2008

sattotal


Existem várias técnicas para verificar se o seu blog está crescendo e ganhando espaço na blogosfera. Uma delas é colocar um contador de visitas no blog (claro!). Mas existem outros métodos que também são eficazes. O Ranking Alexa por exemplo lhe dá uma noção do desenvolvimento de seu projeto em relação a outros pelo mundo. Outro indicador mundial é o URLFAN.
A ferramenta que vou apresentar hoje é mais uma que pode lhe dar uma pequena noção da importância de seu projeto na web. O
Web Valuer é uma ferramenta que utiliza vários indicadores como Ranking Alexa e Google Backlinks para calcular uma estimativa de pageviews e visitantes diários. Baseado nesses dados ele dá uma estimativa de quanto vale seu blog.
Claro que isso é mais uma “brincadeira” do que realidade. Os valores são abstratos, baseados em números e métricas do próprio site e que desconheço pois não existe qualquer
informação a esse respeito. Entrei na brincadeira e coloquei o SAT TOTAL para “avaliação”. O resultado está abaixo nesse widget que eles fornecem. Aproveitei para olhar alguns sites conhecidos e blogs de amigos também, mas não vou divulgar aqui.


Só uma observação. O SAT TOTAL não está a venda.

ISTO É O MEU LAZER




Quanto vale seu Blog?

Dezembro 20, 2008

sattotal


Existem várias técnicas para verificar se o seu blog está crescendo e ganhando espaço na blogosfera. Uma delas é colocar um contador de visitas no blog (claro!). Mas existem outros métodos que também são eficazes. O Ranking Alexa por exemplo lhe dá uma noção do desenvolvimento de seu projeto em relação a outros pelo mundo. Outro indicador mundial é o URLFAN.
A ferramenta que vou apresentar hoje é mais uma que pode lhe dar uma pequena noção da importância de seu projeto na web. O
Web Valuer é uma ferramenta que utiliza vários indicadores como Ranking Alexa e Google Backlinks para calcular uma estimativa de pageviews e visitantes diários. Baseado nesses dados ele dá uma estimativa de quanto vale seu blog.
Claro que isso é mais uma “brincadeira” do que realidade. Os valores são abstratos, baseados em números e métricas do próprio site e que desconheço pois não existe qualquer
informação a esse respeito. Entrei na brincadeira e coloquei o SAT TOTAL para “avaliação”. O resultado está abaixo nesse widget que eles fornecem. Aproveitei para olhar alguns sites conhecidos e blogs de amigos também, mas não vou divulgar aqui.


Só uma observação. O SAT TOTAL não está a venda.

ISTO É O MEU LAZER




Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub