Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIVE TV

LIVE TV

PORTUGAL - Fisco alerta: há uma mensagem falsa a circular em seu nome

Janeiro 14, 2010

sattotal


PJ investiga caso, após queixa das Finanças. DGCI alerta: apague a mensagem e não revele dados pessoais nem códigos



Um falso e-mail foi enviado na madrugada desta quarta-feira para as caixas de correio electrónico dos contribuintes, sob o título «Fisco aperta Gestores e Clientes - Incumprimento Fiscal é Crime». A mensagem surge como tendo sido enviada pelo Fisco, mas não foi.


O alerta parte da própria Direcção-geral dos Impostos (DGCI), que publica no seu site um aviso aos contribuintes: «Chegou ao nosso conhecimento que durante a madrugada de hoje (cerca das 4H00) foi enviada a um número significativo de contribuintes uma mensagem, utilizando o endereço electrónico da Direcção de Serviços de Cobrança da Direcção-Geral dos Impostos (dscobranca@dgci.min-financas.pt), sob o título "Fisco aperta Gestores e Clientes - Incumprimento Fiscal é Crime", com hiperligações a endereços electrónicos alheios à DGCI», refere.

A DGCI «alerta todos aqueles que receberam a referida mensagem para o facto de a mesma ser falsa e constituir uma mensagem de Phishing, uma técnica ilegal que simula um site com o objectivo de roubar informações pessoais (tais como senhas e números de cartão de crédito, ao pretender passar por uma pessoa ou uma entidade confiável, enviando uma comunicação electrónica oficial) ou de tentar instalar um vírus no seu computador».

A Direcção-Geral dos Impostos «lamenta esta utilização fraudulenta do seu nome, aconselhando a imediata eliminação da mensagem em causa» mas não avança quantos são os contribuintes atingidos, do universo de três milhões.

O Ministério das Finanças apresentou queixa na Polícia Judiciária, que está a investigar o caso. É a primeira vez que um ataque deste género ocorre em Portugal, contra contribuintes, mas este tipo de técnica é frequentemente usada contra clientes bancários.

PORTUGAL - Fisco alerta: há uma mensagem falsa a circular em seu nome

Janeiro 14, 2010

sattotal


PJ investiga caso, após queixa das Finanças. DGCI alerta: apague a mensagem e não revele dados pessoais nem códigos



Um falso e-mail foi enviado na madrugada desta quarta-feira para as caixas de correio electrónico dos contribuintes, sob o título «Fisco aperta Gestores e Clientes - Incumprimento Fiscal é Crime». A mensagem surge como tendo sido enviada pelo Fisco, mas não foi.


O alerta parte da própria Direcção-geral dos Impostos (DGCI), que publica no seu site um aviso aos contribuintes: «Chegou ao nosso conhecimento que durante a madrugada de hoje (cerca das 4H00) foi enviada a um número significativo de contribuintes uma mensagem, utilizando o endereço electrónico da Direcção de Serviços de Cobrança da Direcção-Geral dos Impostos (dscobranca@dgci.min-financas.pt), sob o título "Fisco aperta Gestores e Clientes - Incumprimento Fiscal é Crime", com hiperligações a endereços electrónicos alheios à DGCI», refere.

A DGCI «alerta todos aqueles que receberam a referida mensagem para o facto de a mesma ser falsa e constituir uma mensagem de Phishing, uma técnica ilegal que simula um site com o objectivo de roubar informações pessoais (tais como senhas e números de cartão de crédito, ao pretender passar por uma pessoa ou uma entidade confiável, enviando uma comunicação electrónica oficial) ou de tentar instalar um vírus no seu computador».

A Direcção-Geral dos Impostos «lamenta esta utilização fraudulenta do seu nome, aconselhando a imediata eliminação da mensagem em causa» mas não avança quantos são os contribuintes atingidos, do universo de três milhões.

O Ministério das Finanças apresentou queixa na Polícia Judiciária, que está a investigar o caso. É a primeira vez que um ataque deste género ocorre em Portugal, contra contribuintes, mas este tipo de técnica é frequentemente usada contra clientes bancários.

Conheça os «gadgets» mais estranhos

Janeiro 14, 2010

sattotal


Maior feira de tecnologias do mundo mostra que a imaginação não tem limites


Já pode conhecer os «gadgets» mais estranhos do mundo e algumas das invenções menos convencionais, como um chapéu que amplia imagens de telemóvel, um robô que ensina a falar japonês ou até uma sanita electrónica.



É que todas estas invenções fizeram parte da primeira aparição no Consumer Electronic Show (CES).


O programa Hak 5, do canal de TV sobre a Web Revision 3, aproveitou a visita à maior feira de tecnologias do mundo, que se realizou na semana passada em Las Vegas, para confirmar que as tecnologias não têm limites.


Conheça os «gadgets» mais estranhos

Janeiro 14, 2010

sattotal


Maior feira de tecnologias do mundo mostra que a imaginação não tem limites


Já pode conhecer os «gadgets» mais estranhos do mundo e algumas das invenções menos convencionais, como um chapéu que amplia imagens de telemóvel, um robô que ensina a falar japonês ou até uma sanita electrónica.



É que todas estas invenções fizeram parte da primeira aparição no Consumer Electronic Show (CES).


O programa Hak 5, do canal de TV sobre a Web Revision 3, aproveitou a visita à maior feira de tecnologias do mundo, que se realizou na semana passada em Las Vegas, para confirmar que as tecnologias não têm limites.


Haiti: Google Earth ajuda nas buscas

Janeiro 14, 2010

sattotal



O Google Earth actualizou os mapas do Haiti para colaborar com as operações de busca e resgate. Em parceria com a empresa de imagens geoespaciais GeoEye, a Google divulgou a mais recente imagem de satélite mais recentes que mostra a devastação.



Num post publicado no blogue da empresa, Dylan Lorimer, chefe de conteúdos, e Jessica Pfund, cartógrafa do Google Earth, disseram esperar que a ferramenta «ajude as equipas de socorro no resgate de vítimas».


A Google disponibilizou-se para ajudar a ONU nas operações e pede ainda aos utilizadores que enviem quaisquer dados que possam ajudar a «construir um melhor mapa do Haiti».

Haiti: Google Earth ajuda nas buscas

Janeiro 14, 2010

sattotal



O Google Earth actualizou os mapas do Haiti para colaborar com as operações de busca e resgate. Em parceria com a empresa de imagens geoespaciais GeoEye, a Google divulgou a mais recente imagem de satélite mais recentes que mostra a devastação.



Num post publicado no blogue da empresa, Dylan Lorimer, chefe de conteúdos, e Jessica Pfund, cartógrafa do Google Earth, disseram esperar que a ferramenta «ajude as equipas de socorro no resgate de vítimas».


A Google disponibilizou-se para ajudar a ONU nas operações e pede ainda aos utilizadores que enviem quaisquer dados que possam ajudar a «construir um melhor mapa do Haiti».

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub