Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIVE TV

LIVE TV

iPlayer da BBC em breve a nível internacional

Novembro 16, 2010

sattotal

Até aqui reservado ao único mercado britânico, o iPlayer, o sistema de “Video-on-Demand” da BBC (lançado com sucesso em 2007), deverá ser disponibilizado já a partir do próximo ano para o mercado internacional, adiantaram recentemente os responsáveis do operador público. John Smith, responsável máximo da BBC Wordwide, a divisão comercial da “beeb”, considera que os formatos britânicos como “Top Gear” ainda não estão a ser suficientes explorados, vendo aqui uma excelente oportunidade de negócio. Ainda não se sabe qual será o modelo escolhido – publicidade ou assinatura – para financiar este projecto.

iPlayer da BBC em breve a nível internacional

Novembro 16, 2010

sattotal

Até aqui reservado ao único mercado britânico, o iPlayer, o sistema de “Video-on-Demand” da BBC (lançado com sucesso em 2007), deverá ser disponibilizado já a partir do próximo ano para o mercado internacional, adiantaram recentemente os responsáveis do operador público. John Smith, responsável máximo da BBC Wordwide, a divisão comercial da “beeb”, considera que os formatos britânicos como “Top Gear” ainda não estão a ser suficientes explorados, vendo aqui uma excelente oportunidade de negócio. Ainda não se sabe qual será o modelo escolhido – publicidade ou assinatura – para financiar este projecto.

Lançamento do satélite SkyTerra-1

Novembro 16, 2010

sattotal

A Rússia lançou com êxito no passado domingo o satélite de comunicações SkyTerra-1 através de um foguetão Proton a partir da base espacial de Baikonur (Cazaquistão). Propriedade da Boeing e de um peso de 5.390 kg, este satélite destina-se ao segmento da telefonia móvel. Reveja o seu lançamento abaixo.



Lançamento do satélite SkyTerra-1

Novembro 16, 2010

sattotal

A Rússia lançou com êxito no passado domingo o satélite de comunicações SkyTerra-1 através de um foguetão Proton a partir da base espacial de Baikonur (Cazaquistão). Propriedade da Boeing e de um peso de 5.390 kg, este satélite destina-se ao segmento da telefonia móvel. Reveja o seu lançamento abaixo.



Internet invade televisões (devagarinho)...

Novembro 16, 2010

sattotal



Tem tardado a concretizar-se a promessa de que a Internet iria conquistar o mundo dos electrodomésticos - dos frigoríficos às máquinas de café que tiravam partido da rede para dar nota de falta de stock e disponibilidade. Alguns modelos ainda foram lançados e ganharam espaço noticioso, mas acabaram por nunca chegar às prateleiras das lojas.

Mas nas televisões os fabricantes têm vindo a apostar na ligação dos equipamentos à Internet e na disponibilização de conteúdos. As connected TVs são uma das novas modas e estão na prioridade de vários fabricantes que têm feito anúncios de conectividade nos seus televisores, ao mesmo tempo que os produtores de conteúdos desenvolvem estratégias para mais esta plataforma.

Embora a tecnologia de desenvolvimento seja baseada em Web, o que permite reaproveitamento de APIs, há que considerar com cuidado a necessária adaptação de formatos... O que faz com que tudo seja mais devagar, sobretudo na materialização em território Luso.

Em Portugal nas últimas semanas a Samsung e a LG protagonizaram anúncios nesta área, mostrando o que têm feito a nível internacional mas contando também com a adaptação de widgets locais, em parceria com a Portugal Telecom.

Outros produtores de conteúdos nacionais estão também interessados neste mundo da TV ligada, e mais serviços podem ganhar espaço nos ecrãs a breve prazo. Pelo menos essa é a promessa que fica no ar.

Ontem a LG lançou o seu serviço Netcast, que fica agora disponível para os clientes portugueses que já possuam televisores compatíveis e que os queiram ligar à Internet, quer através de ligação por cabo ao router ou via wireless, através de uma pen USB de ligação que custa cerca de 30 euros.

A empresa garante que o Netcast já pode ser acedido em 60% da linha de televisores da empresa em comercialização, nomeadamente nos LCD LD650 e LD750 e em vários LEDs lançados depois de Março, mas que no próximo ano 80% dos modelos integrarão já o serviço.

De acesso gratuito, como não podia deixar de ser, o leque de serviços dá acesso a informação, indicações meteorológicas, ligação às redes sociais e a jogos.

Sem desprezo pelos serviços internacionais, o destaque natural é para os conteúdos adaptados pelo SAPO e pelo Meo aos ecrãs dos televisores da LG. A equipa de desenvolvimento do SAPO tem vindo a trabalhar em aplicações multiplataforma e já marca presença em várias plataformas de telemóveis e nos televisores da Samsung.

Para a LG o SAPO adaptou o SAPO Kiosk e SAPO Farmácias, que estão também na plataforma da Samsung, e ainda o SAPO Futebol e o Meo Magazine, que pela primeira vez salta do menu do serviço de IPTV para uma plataforma externa.


No SAPO Farmácias, um dos serviços com mais utilização nas televisões segundo a (curta) experiência do SAPO, há sistemas de auxílio à localização das farmácias de serviço, como a possibilidade do sistema identificar o local de ligação à Internet, que funciona melhor se a rede for da PT. Em alternativa o utilizador pode definir a sua morada, uma informação que só tem de introduzir uma vez.


O desporto tem um espaço especial nestes serviços, com o SAPO Futebol, também exclusivo no Netcast, pelo menos para já. Notícias, Classificações, Calendários de Jogos, Fotos e Videos estão em destaque a todo o tamanho dos ecrãs de televisão, facilitando a navegação pelas novidades do campeonato e taça portugueses.


Do alinhamento internacional a LG traz também para Portugal a ligação directa ao YouTube, com uma nova forma de ver televisão. E a ligação cada vez mais importante às redes sociais Facebook e Twitter, para ver os perfis e mesmo para introduzir informação, se não se chatear com o uso limitativo do comando.


Podem ser definidas várias contas de utilizador, à medida da família que usa a televisão.

Para informação meteorológica a LG tem uma parceria com a AccuWeather, que também serve para mudar o "clima" do fundo do ecrã, à medida do estado do tempo e da hora do dia, mostrando um cenário soalheiro ou nocturno. O utilizador só terá de definir a cidade onde se encontra para ter a informação sempre actualizada e olhar através do ecrã para o tempo que faz lá fora.


Pode contar também com jogos, através de uma parceria com a Accedo, onde se conseguiu um sistema mais fácil para superar as limitações do comando da TV na introdução de dados, que é muito útil por exemplo no Sudoku.


Alguns destes serviços integram também a Smart TV da Samsung. A parceria com o SAPO garantia a presença nestes ecrãs dos serviços Sapo Farmácias, Sapo Vídeos, Sapo Kiosk e Sapo Fotos, a par de outros serviços internacionais como o Facebook, Twitter e o YouTube, entre outros.


A tecnologia internet@tv da Samsung está disponível nos televisores LED, LCD e Plasma nas séries 6, 7, 8 e 9, mas só as que saíram das lojas já em 2010. De acordo com a Samsung os televisores da gama de 2009, mesmo que tenham a função de internet, não são compatíveis com a plataforma de 2010. Quem tiver televisões de 2009 com a função Internet@TV apenas poderá utilizar widgets do ano passado.

As televisões podem ser ligadas directamente através de um cabo LAN ao router ou através de ligação wireless. Se for necessário, o utilizador pode adquirir um adaptador LAN Wireless, dos acessórios da Samsung, que custa cerca de 59 euros.

A Samsung já tinha introduzido, em 2008, feeds RSS de texto nas suas televisões, trazendo para a TV as notícias, meteorologia e informações sobre a Bolsa com a funcionalidade Infolive.

No ano passado a empresa apresentou a Internet@TV e este ano disponibilizou, em cerca de 120 países, a Samsung Apps, a primeira loja de aplicações para televisão. Actualmente, estão disponíveis mais de 200 aplicações através de parcerias com líderes europeus e de todo o mundo na indústria do fornecimento de conteúdos.

A Toshiba é outra das marcas a trabalhar nesta área e, em Setembro, anunciou uma parceria com a Yahoo para adaptar widgets aos seus televisores, que se junta a alguns conteúdos que já eram disponibilizados anteriormente, com o acesso directo ao YouTube nos menus da televisão.

Outros fabricantes se juntarão em breve a esta lista, até porque os ecrãs da Televisão prometem ser uma forma de ultrapassar limitações que ainda existem de acesso à Internet, nomeadamente pela falta de computador ou de familiaridade para os utilizar. E o televisor é um equipamento com que a grande maioria das pessoas se sente à vontade.

Internet invade televisões (devagarinho)...

Novembro 16, 2010

sattotal



Tem tardado a concretizar-se a promessa de que a Internet iria conquistar o mundo dos electrodomésticos - dos frigoríficos às máquinas de café que tiravam partido da rede para dar nota de falta de stock e disponibilidade. Alguns modelos ainda foram lançados e ganharam espaço noticioso, mas acabaram por nunca chegar às prateleiras das lojas.

Mas nas televisões os fabricantes têm vindo a apostar na ligação dos equipamentos à Internet e na disponibilização de conteúdos. As connected TVs são uma das novas modas e estão na prioridade de vários fabricantes que têm feito anúncios de conectividade nos seus televisores, ao mesmo tempo que os produtores de conteúdos desenvolvem estratégias para mais esta plataforma.

Embora a tecnologia de desenvolvimento seja baseada em Web, o que permite reaproveitamento de APIs, há que considerar com cuidado a necessária adaptação de formatos... O que faz com que tudo seja mais devagar, sobretudo na materialização em território Luso.

Em Portugal nas últimas semanas a Samsung e a LG protagonizaram anúncios nesta área, mostrando o que têm feito a nível internacional mas contando também com a adaptação de widgets locais, em parceria com a Portugal Telecom.

Outros produtores de conteúdos nacionais estão também interessados neste mundo da TV ligada, e mais serviços podem ganhar espaço nos ecrãs a breve prazo. Pelo menos essa é a promessa que fica no ar.

Ontem a LG lançou o seu serviço Netcast, que fica agora disponível para os clientes portugueses que já possuam televisores compatíveis e que os queiram ligar à Internet, quer através de ligação por cabo ao router ou via wireless, através de uma pen USB de ligação que custa cerca de 30 euros.

A empresa garante que o Netcast já pode ser acedido em 60% da linha de televisores da empresa em comercialização, nomeadamente nos LCD LD650 e LD750 e em vários LEDs lançados depois de Março, mas que no próximo ano 80% dos modelos integrarão já o serviço.

De acesso gratuito, como não podia deixar de ser, o leque de serviços dá acesso a informação, indicações meteorológicas, ligação às redes sociais e a jogos.

Sem desprezo pelos serviços internacionais, o destaque natural é para os conteúdos adaptados pelo SAPO e pelo Meo aos ecrãs dos televisores da LG. A equipa de desenvolvimento do SAPO tem vindo a trabalhar em aplicações multiplataforma e já marca presença em várias plataformas de telemóveis e nos televisores da Samsung.

Para a LG o SAPO adaptou o SAPO Kiosk e SAPO Farmácias, que estão também na plataforma da Samsung, e ainda o SAPO Futebol e o Meo Magazine, que pela primeira vez salta do menu do serviço de IPTV para uma plataforma externa.


No SAPO Farmácias, um dos serviços com mais utilização nas televisões segundo a (curta) experiência do SAPO, há sistemas de auxílio à localização das farmácias de serviço, como a possibilidade do sistema identificar o local de ligação à Internet, que funciona melhor se a rede for da PT. Em alternativa o utilizador pode definir a sua morada, uma informação que só tem de introduzir uma vez.


O desporto tem um espaço especial nestes serviços, com o SAPO Futebol, também exclusivo no Netcast, pelo menos para já. Notícias, Classificações, Calendários de Jogos, Fotos e Videos estão em destaque a todo o tamanho dos ecrãs de televisão, facilitando a navegação pelas novidades do campeonato e taça portugueses.


Do alinhamento internacional a LG traz também para Portugal a ligação directa ao YouTube, com uma nova forma de ver televisão. E a ligação cada vez mais importante às redes sociais Facebook e Twitter, para ver os perfis e mesmo para introduzir informação, se não se chatear com o uso limitativo do comando.


Podem ser definidas várias contas de utilizador, à medida da família que usa a televisão.

Para informação meteorológica a LG tem uma parceria com a AccuWeather, que também serve para mudar o "clima" do fundo do ecrã, à medida do estado do tempo e da hora do dia, mostrando um cenário soalheiro ou nocturno. O utilizador só terá de definir a cidade onde se encontra para ter a informação sempre actualizada e olhar através do ecrã para o tempo que faz lá fora.


Pode contar também com jogos, através de uma parceria com a Accedo, onde se conseguiu um sistema mais fácil para superar as limitações do comando da TV na introdução de dados, que é muito útil por exemplo no Sudoku.


Alguns destes serviços integram também a Smart TV da Samsung. A parceria com o SAPO garantia a presença nestes ecrãs dos serviços Sapo Farmácias, Sapo Vídeos, Sapo Kiosk e Sapo Fotos, a par de outros serviços internacionais como o Facebook, Twitter e o YouTube, entre outros.


A tecnologia internet@tv da Samsung está disponível nos televisores LED, LCD e Plasma nas séries 6, 7, 8 e 9, mas só as que saíram das lojas já em 2010. De acordo com a Samsung os televisores da gama de 2009, mesmo que tenham a função de internet, não são compatíveis com a plataforma de 2010. Quem tiver televisões de 2009 com a função Internet@TV apenas poderá utilizar widgets do ano passado.

As televisões podem ser ligadas directamente através de um cabo LAN ao router ou através de ligação wireless. Se for necessário, o utilizador pode adquirir um adaptador LAN Wireless, dos acessórios da Samsung, que custa cerca de 59 euros.

A Samsung já tinha introduzido, em 2008, feeds RSS de texto nas suas televisões, trazendo para a TV as notícias, meteorologia e informações sobre a Bolsa com a funcionalidade Infolive.

No ano passado a empresa apresentou a Internet@TV e este ano disponibilizou, em cerca de 120 países, a Samsung Apps, a primeira loja de aplicações para televisão. Actualmente, estão disponíveis mais de 200 aplicações através de parcerias com líderes europeus e de todo o mundo na indústria do fornecimento de conteúdos.

A Toshiba é outra das marcas a trabalhar nesta área e, em Setembro, anunciou uma parceria com a Yahoo para adaptar widgets aos seus televisores, que se junta a alguns conteúdos que já eram disponibilizados anteriormente, com o acesso directo ao YouTube nos menus da televisão.

Outros fabricantes se juntarão em breve a esta lista, até porque os ecrãs da Televisão prometem ser uma forma de ultrapassar limitações que ainda existem de acesso à Internet, nomeadamente pela falta de computador ou de familiaridade para os utilizar. E o televisor é um equipamento com que a grande maioria das pessoas se sente à vontade.

Jogos de corrida imperdíveis para iPhone e Android

Novembro 16, 2010

sattotal

Ah, os smartphones. Eles não ajudam a nos manter conectados à nossas redes sociais preferidas, organizam nossa vida profissional como verdadeiros “escritórios de mão” e, claro, oferecem joguinhos completos que não deixam nada a dever a outros “consoles” de mão, como Playstation Portable (PSP) ou Nintendo DS.

É sobre os aplicativos de corrida que vamos falar hoje. Uma seleção especial que vai levar você à ultrapassagens radicais, vitórias históricas, circuitos desafiadores…sem sair do lugar!

Jogos para iPhone e iPad:

Real Racing: é considerado o mais completo e vencedor de vários prêmios. Tem visual realista e jogabilidade completa, com vários modelos de carro e circuitos.





Crash Bandicoot Nitro Kart 2: para quem se cansar das simulações realistas, este jogo traz o clima “Mario Kart” com explosões e armas diferentes a cada volta. Bem divertido.





Rally Master Pro 3D: aqui o desafio é o “drifting”, aquelas curvas que se faz derrapando com o carro. Para os fãs do estilo representa uma simulação muito bem feita.





Para a turma do Android:

Asphalt 5: considerado o “top” para o sistema operacional do Google. Tem três tipos de controle, modo carreira e possibilidade de “tunar” o carro a cada corrida. Importante: só funciona nas versões mais novas do sistema.



Need for Speed Shift: é um título famoso para PS3 e XBOX 360. Como nos consoles é excelente com gráficos e jogabildade de primeira. Sua limitação mais importante é não disponibilidade para todos os aparelhos na Android Market




Raging Thunder 2: embora tenha gráficos de menor qualidade, seu diferencial está na plataforma multiplayer que transforma cada corrida em uma disputa nova.


Jogos de corrida imperdíveis para iPhone e Android

Novembro 16, 2010

sattotal

Ah, os smartphones. Eles não ajudam a nos manter conectados à nossas redes sociais preferidas, organizam nossa vida profissional como verdadeiros “escritórios de mão” e, claro, oferecem joguinhos completos que não deixam nada a dever a outros “consoles” de mão, como Playstation Portable (PSP) ou Nintendo DS.

É sobre os aplicativos de corrida que vamos falar hoje. Uma seleção especial que vai levar você à ultrapassagens radicais, vitórias históricas, circuitos desafiadores…sem sair do lugar!

Jogos para iPhone e iPad:

Real Racing: é considerado o mais completo e vencedor de vários prêmios. Tem visual realista e jogabilidade completa, com vários modelos de carro e circuitos.





Crash Bandicoot Nitro Kart 2: para quem se cansar das simulações realistas, este jogo traz o clima “Mario Kart” com explosões e armas diferentes a cada volta. Bem divertido.





Rally Master Pro 3D: aqui o desafio é o “drifting”, aquelas curvas que se faz derrapando com o carro. Para os fãs do estilo representa uma simulação muito bem feita.





Para a turma do Android:

Asphalt 5: considerado o “top” para o sistema operacional do Google. Tem três tipos de controle, modo carreira e possibilidade de “tunar” o carro a cada corrida. Importante: só funciona nas versões mais novas do sistema.



Need for Speed Shift: é um título famoso para PS3 e XBOX 360. Como nos consoles é excelente com gráficos e jogabildade de primeira. Sua limitação mais importante é não disponibilidade para todos os aparelhos na Android Market




Raging Thunder 2: embora tenha gráficos de menor qualidade, seu diferencial está na plataforma multiplayer que transforma cada corrida em uma disputa nova.


Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D