A partir de hoje (31/03), a ferramenta de criação de blogs apresenta novos modos de visualização

A Google está mudando radicalmente a maneira de visualizar posts dentro de sua ferramenta de criação de blogs, o Blogger. A partir desta quinta-feira (31/03), os blogs que utilizam o serviço terão uma nova versão.

Para visualizar, você pode acessar um blog comum (exemplo: http://www.sattotal.blogspot.com/ ) e complementar o endereço com o sufixo /view. Assim, o visual será completamente diferente.

São cinco formas de visualização:

Flipcard



Vários quadrados são exibidos lado-a-lado, cada um correpondente a um post do site. Os pequenos cartões podem girar, mostrando título da postagem conforme o cursor passa por cima deles.

Mosaic
 
 
O conceito do mosaico é simples, exibindo as fotos redimensionadas, mas sempre "encaixadas" umas com as outras. Diferente dos Flipcards, que mostram o título antes do clique, o Mosaic dá um link direto.

Snapshot


Esta opção transforma o blog num mural de fotos desalinhado, colocando moldura e deixando número de comentários e título do post em evidência.

Sidebar


Sendo uma das opções mais diretas, este design dá a liberdade de clicar nos posts disponíveis num menu direito. Eles aparecem rapidamente no miolo da página, e também levam o leitor a decidir facilmente onde prefere navegar.

Timeslide


Este layout de três colunas exibe o que há de mais recente no blog. A coluna esquerda mostra fotos e pequenos trechos de artigos, enquanto a coluna do meio mostra apenas os resumos dos posts. A coluna da direita fica apenas com os títulos de postagens mais antigas.

Os blogueiros terão a opção de desativar o novo modo de visualização, mas a Google reforça que, além de trazer uma navegação simples, o layout é customizável, permitindo mudar fontes, cores e modelos. Alguns blogs que usam o Blogger ainda não estão com o recurso habilitado.

Veja uma demonstração em vídeo


publicado por sattotal às 21:27 | link do post
A partir de hoje (31/03), a ferramenta de criação de blogs apresenta novos modos de visualização

A Google está mudando radicalmente a maneira de visualizar posts dentro de sua ferramenta de criação de blogs, o Blogger. A partir desta quinta-feira (31/03), os blogs que utilizam o serviço terão uma nova versão.

Para visualizar, você pode acessar um blog comum (exemplo: http://www.sattotal.blogspot.com/ ) e complementar o endereço com o sufixo /view. Assim, o visual será completamente diferente.

São cinco formas de visualização:

Flipcard



Vários quadrados são exibidos lado-a-lado, cada um correpondente a um post do site. Os pequenos cartões podem girar, mostrando título da postagem conforme o cursor passa por cima deles.

Mosaic
 
 
O conceito do mosaico é simples, exibindo as fotos redimensionadas, mas sempre "encaixadas" umas com as outras. Diferente dos Flipcards, que mostram o título antes do clique, o Mosaic dá um link direto.

Snapshot


Esta opção transforma o blog num mural de fotos desalinhado, colocando moldura e deixando número de comentários e título do post em evidência.

Sidebar


Sendo uma das opções mais diretas, este design dá a liberdade de clicar nos posts disponíveis num menu direito. Eles aparecem rapidamente no miolo da página, e também levam o leitor a decidir facilmente onde prefere navegar.

Timeslide


Este layout de três colunas exibe o que há de mais recente no blog. A coluna esquerda mostra fotos e pequenos trechos de artigos, enquanto a coluna do meio mostra apenas os resumos dos posts. A coluna da direita fica apenas com os títulos de postagens mais antigas.

Os blogueiros terão a opção de desativar o novo modo de visualização, mas a Google reforça que, além de trazer uma navegação simples, o layout é customizável, permitindo mudar fontes, cores e modelos. Alguns blogs que usam o Blogger ainda não estão com o recurso habilitado.

Veja uma demonstração em vídeo


publicado por sattotal às 21:27 | link do post
A integração com as informações das pesquisas de pessoas com quem os utilizadores se relacionam nas redes sociais já era uma realidade, mas agora a Google dá um passo em frente na personalização das pesquisas com a adopção de um sistema de recomendação, o Google +1.

A empresa já adoptou o sistema no seu site em inglês mas vai alargá-lo progressivamente a outros países. Quem não quiser esperar vai poder utilizar uma opção de opt-in através do website experimental de pesquisa.

O objectivo Google +1 é disponibilizar a cada utilizador os resultados mais relevantes nas pesquisas, que assentam também nas relações, adicionando maior confiança e credibilidade às escolhas.

Para recomendar um link os utilizadores devem clicar no botão +1 que surge ao lado dos resultados de pesquisa e anúncios. Se se enganar, há sempre a possibilidade de remover a opção.

A integração com as informações das pesquisas de pessoas com quem os utilizadores se relacionam nas redes sociais já era uma realidade, mas agora a Google dá um passo em frente na personalização das pesquisas com a adopção de um sistema de recomendação, o Google +1.

A empresa já adoptou o sistema no seu site em inglês mas vai alargá-lo progressivamente a outros países. Quem não quiser esperar vai poder utilizar uma opção de opt-in através do website experimental de pesquisa.

O objectivo Google +1 é disponibilizar a cada utilizador os resultados mais relevantes nas pesquisas, que assentam também nas relações, adicionando maior confiança e credibilidade às escolhas.

Para recomendar um link os utilizadores devem clicar no botão +1 que surge ao lado dos resultados de pesquisa e anúncios. Se se enganar, há sempre a possibilidade de remover a opção.

Para já as recomendações são partilhadas com as pessoas com quem cada internauta se relaciona através de serviços da Google, como o chat e contactos de email, mas em breve vão ser integradas outras ligações a sites como o Twitter.

De acordo com a informação disponibilizada pela Google, um utilizador que queira conhecer como e com quem está ligado poderá fazê-lo através da secção "ligações e conteúdos sociais" no Google Dashboard.

O vídeo abaixo, produzido pela Google, explica melhor o serviço.

publicado por sattotal às 20:56 | link do post
A integração com as informações das pesquisas de pessoas com quem os utilizadores se relacionam nas redes sociais já era uma realidade, mas agora a Google dá um passo em frente na personalização das pesquisas com a adopção de um sistema de recomendação, o Google +1.

A empresa já adoptou o sistema no seu site em inglês mas vai alargá-lo progressivamente a outros países. Quem não quiser esperar vai poder utilizar uma opção de opt-in através do website experimental de pesquisa.

O objectivo Google +1 é disponibilizar a cada utilizador os resultados mais relevantes nas pesquisas, que assentam também nas relações, adicionando maior confiança e credibilidade às escolhas.

Para recomendar um link os utilizadores devem clicar no botão +1 que surge ao lado dos resultados de pesquisa e anúncios. Se se enganar, há sempre a possibilidade de remover a opção.

A integração com as informações das pesquisas de pessoas com quem os utilizadores se relacionam nas redes sociais já era uma realidade, mas agora a Google dá um passo em frente na personalização das pesquisas com a adopção de um sistema de recomendação, o Google +1.

A empresa já adoptou o sistema no seu site em inglês mas vai alargá-lo progressivamente a outros países. Quem não quiser esperar vai poder utilizar uma opção de opt-in através do website experimental de pesquisa.

O objectivo Google +1 é disponibilizar a cada utilizador os resultados mais relevantes nas pesquisas, que assentam também nas relações, adicionando maior confiança e credibilidade às escolhas.

Para recomendar um link os utilizadores devem clicar no botão +1 que surge ao lado dos resultados de pesquisa e anúncios. Se se enganar, há sempre a possibilidade de remover a opção.

Para já as recomendações são partilhadas com as pessoas com quem cada internauta se relaciona através de serviços da Google, como o chat e contactos de email, mas em breve vão ser integradas outras ligações a sites como o Twitter.

De acordo com a informação disponibilizada pela Google, um utilizador que queira conhecer como e com quem está ligado poderá fazê-lo através da secção "ligações e conteúdos sociais" no Google Dashboard.

O vídeo abaixo, produzido pela Google, explica melhor o serviço.

publicado por sattotal às 20:56 | link do post
Lançamento abortado na noite passada para a missão nº201 da Arianespace: nos últimos segundos da contagem final, numa altura em que o motor Vulcão do piso principal já se tinha ligado, um controlo detectou uma anomalia no lançador, interrompendo assim a cronologia final do lançamento.

Está já a decorrer uma investigação de forma a determinar as causas desta anomalia. Desconhece-se por enquanto quando poderão ser lançados os dois passageiros deste foguetão Ariane 5: os satélites Yahsat Y1A, do operador Al Yah Satellite Communications Company (Emiratos Árabes Unidos), e Intelsat New Dawn, do operador New Dawn Satellite Company Ltd.

publicado por sattotal às 20:44 | link do post
Lançamento abortado na noite passada para a missão nº201 da Arianespace: nos últimos segundos da contagem final, numa altura em que o motor Vulcão do piso principal já se tinha ligado, um controlo detectou uma anomalia no lançador, interrompendo assim a cronologia final do lançamento.

Está já a decorrer uma investigação de forma a determinar as causas desta anomalia. Desconhece-se por enquanto quando poderão ser lançados os dois passageiros deste foguetão Ariane 5: os satélites Yahsat Y1A, do operador Al Yah Satellite Communications Company (Emiratos Árabes Unidos), e Intelsat New Dawn, do operador New Dawn Satellite Company Ltd.

publicado por sattotal às 20:44 | link do post
Hotbird 9 (13E) - Bis: Mangas está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:462 PID:112[MPEG-4]/212 Francês). (2011-03-31 19h36)

Hotbird 9 (13E) - Bis: Ciné Polar está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:457 PID:107[MPEG-4]/207 Francês,307 som original). (2011-03-31 19h36)

Hotbird 9 (13E) - Bis & Orange: AB 1 está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:452 PID:102[MPEG-4]/202 Francês). (2011-03-31 19h23)

Hotbird 9 (13E) - Bis & Orange: RTL 9 está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:451 PID:101[MPEG-4]/201 Francês). (2011-03-31 19h22)

Astra 3B (23.5E) - Satellite BG: NBT está em aberto (12051.00MHz, pol.V SR:27500 FEC:5/6 SID:5511 PID:514/670 Búlgaro). (2011-03-29 12h09)
publicado por sattotal às 20:39 | link do post
Hotbird 9 (13E) - Bis: Mangas está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:462 PID:112[MPEG-4]/212 Francês). (2011-03-31 19h36)

Hotbird 9 (13E) - Bis: Ciné Polar está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:457 PID:107[MPEG-4]/207 Francês,307 som original). (2011-03-31 19h36)

Hotbird 9 (13E) - Bis & Orange: AB 1 está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:452 PID:102[MPEG-4]/202 Francês). (2011-03-31 19h23)

Hotbird 9 (13E) - Bis & Orange: RTL 9 está em aberto (12692.00MHz, pol.H SR:27500 FEC:3/4 SID:451 PID:101[MPEG-4]/201 Francês). (2011-03-31 19h22)

Astra 3B (23.5E) - Satellite BG: NBT está em aberto (12051.00MHz, pol.V SR:27500 FEC:5/6 SID:5511 PID:514/670 Búlgaro). (2011-03-29 12h09)
publicado por sattotal às 20:39 | link do post

GMT, ou TMG, é um acrónimo para Greenwich Mean Time, que em português significa Hora Média de Greenwich (mais comumente chamado de Hora de Greenwich), e é conhecido como o marcador oficial de tempo. O fuso horário é contabilizado a partir do meridiano de Greenwich: para oeste, o fuso é negativo, para leste será positivo.Em Portugal

Assim, num lugar do planeta onde o fuso-horário é GMT-02:00, o horário GMT será diminuído de 2 horas.
Desta forma, 17h GMT numa região GMT-02:00 será 15h no horário local desta região.
No dia 1 de Janeiro de 1972 o GMT foi substituído pelo UTC, como referencial de tempo universal.


Em Portugal a referência é a hora de Lisboa, que está no mesmo fuso horário do resto do Continente português e equivale a GMT + 0:00 (mesmo fuso horário de Londres). Nos meses com horário de verão, Lisboa adianta uma hora ficando com fuso horário equivalente a GMT + 1:00. O arquipélago da Madeira mantém sempre a hora do Continente; o arquipélago dos Açores mantém sempre uma hora atrasada em relação ao Continente (GMT +0:00 no horário de Verão e GMT -1:00 no horário de Inverno). As alterações relativas aos horários de Verão e de Inverno têm lugar nas mesmas datas das do Continente.No Brasil


No Brasil a referência é a hora de Brasília, que está no mesmo fuso horário da parte mais povoada do país, incluindo as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte,Vitória, Porto Alegre dentre outras localidades (exceto estados do Norte do Brasil, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul - ambos no Centro-Oeste do Brasil) e equivale a GMT-03:00. Nos meses e regiões com horário de verão, Brasília tem GMT-02:00.

Tempo Universal Coordenado

O Tempo Universal Coordenado (em inglês: Coordinated Universal Time), ou UTC (acrónimo de Universal Time Coordinated), também conhecido como tempo civil, é o fuso horário de referência a partir do qual se calculam todas as outras zonas horárias do mundo.

É o sucessor do Tempo Médio de Greenwich (Greenwich Mean Time), cuja sigla é GMT. A nova denominação foi cunhada para eliminar a inclusão de uma localização específica num padrão internacional, assim como para basear a medida do tempo nos padrões atômicos, mais do que nos celestes.

Ao contrário do GMT, o UTC não se define pelo sol ou as estrelas, mas é sim uma medida derivada do Tempo Atômico Internacional (TAI). Devido ao fato do tempo de rotação da Terra oscilar em relação ao tempo atômico, o UTC sincroniza-se com o dia e a noite de UT1, ao que se soma ou subtrai segundos de salto (leap seconds) quanto necessário. Os segundos de salto são definidos, por acordos internacionais, para o final de julho ou de dezembro como primeira opção e para os finais de março ou setembro como segunda opção. Até hoje somente julho e dezembro foram escolhidos como meses para ocorrer um segundo de salto. A entrada em circulação dos segundos de salto é determinada pelo Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra (IERS), com base nas suas medições da rotação da terra.

No uso informal, quando frações de segundo não são importantes, o GMT pode ser considerado equivalente ao UTC. Em contextos mais técnicos é geralmente evitado o uso de "GMT".

UTC é uma variante do tempo universal (universal time, UT) e o seu modificador C (para coordenado) foi incluído para enfatizar que é uma variante de UT. Pode-se considerar como uma solução conciliatória entre a abreviatura inglesa CUT e a francesa TUC.

Os tempos UTC de alta precisão só podem ser determinados uma vez, sendo conhecido o tempo atômico, que se estabelece mediante a reconciliação das diferenças observadas entre um conjunto de relógios atômicos mantidos por um determinado número de oficinas do tempo nacionais. Isto é feito sob coordenação do Escritório Internacional de Pesos e Medidas (Bureau International des Poids et Mesures - BIPM). Não obstante, os relógios atômicos são tão exatos que só os mais precisos computadores necessitam usar estas correções; e a maioria dos utilizadores de serviços de tempo utilizam os relógios atômicos que tenham sido previamente configurados como UTC, para estimar a hora UTC.

Devido aos segundos de salto é impossível determinar que representação UTC virá a ter numa data futura, pois o número de segundos de salto que se tem que incluir na data é ainda desconhecido. Para tais casos é recomendado que se utilize a representação TAI que não sofre tais limitações.

UTC é o sistema de tempo utilizado por muitos padrões da Internet e da World Wide Web. Em particular, desenhou-se o Network Time Protocol como uma forma de distribuir o tempo UTC na Internet.

Na aviação, as cartas de navegação, autorizações de vôo e autorizações de trafego aéreo utilizam o horário UTC para evitar confusões decorrentes dos diferentes fusos e horários de verão. Assim é possível assegurar que todos os pilotos, independentemente da localização, estejam usando a mesma referência horária. Especialmente na comunicação por rádio, o horário UTC é conhecido como horário zulu, desde aproximadamente os anos 1950. Isto porque, no alfabeto fonético da OTAN, a palavra usada para Z (de zero, que corresponde ao fuso horário de referência) é zulu.
publicado por sattotal às 20:09 | link do post
tags:

GMT, ou TMG, é um acrónimo para Greenwich Mean Time, que em português significa Hora Média de Greenwich (mais comumente chamado de Hora de Greenwich), e é conhecido como o marcador oficial de tempo. O fuso horário é contabilizado a partir do meridiano de Greenwich: para oeste, o fuso é negativo, para leste será positivo.Em Portugal

Assim, num lugar do planeta onde o fuso-horário é GMT-02:00, o horário GMT será diminuído de 2 horas.
Desta forma, 17h GMT numa região GMT-02:00 será 15h no horário local desta região.
No dia 1 de Janeiro de 1972 o GMT foi substituído pelo UTC, como referencial de tempo universal.


Em Portugal a referência é a hora de Lisboa, que está no mesmo fuso horário do resto do Continente português e equivale a GMT + 0:00 (mesmo fuso horário de Londres). Nos meses com horário de verão, Lisboa adianta uma hora ficando com fuso horário equivalente a GMT + 1:00. O arquipélago da Madeira mantém sempre a hora do Continente; o arquipélago dos Açores mantém sempre uma hora atrasada em relação ao Continente (GMT +0:00 no horário de Verão e GMT -1:00 no horário de Inverno). As alterações relativas aos horários de Verão e de Inverno têm lugar nas mesmas datas das do Continente.No Brasil


No Brasil a referência é a hora de Brasília, que está no mesmo fuso horário da parte mais povoada do país, incluindo as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte,Vitória, Porto Alegre dentre outras localidades (exceto estados do Norte do Brasil, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul - ambos no Centro-Oeste do Brasil) e equivale a GMT-03:00. Nos meses e regiões com horário de verão, Brasília tem GMT-02:00.

Tempo Universal Coordenado

O Tempo Universal Coordenado (em inglês: Coordinated Universal Time), ou UTC (acrónimo de Universal Time Coordinated), também conhecido como tempo civil, é o fuso horário de referência a partir do qual se calculam todas as outras zonas horárias do mundo.

É o sucessor do Tempo Médio de Greenwich (Greenwich Mean Time), cuja sigla é GMT. A nova denominação foi cunhada para eliminar a inclusão de uma localização específica num padrão internacional, assim como para basear a medida do tempo nos padrões atômicos, mais do que nos celestes.

Ao contrário do GMT, o UTC não se define pelo sol ou as estrelas, mas é sim uma medida derivada do Tempo Atômico Internacional (TAI). Devido ao fato do tempo de rotação da Terra oscilar em relação ao tempo atômico, o UTC sincroniza-se com o dia e a noite de UT1, ao que se soma ou subtrai segundos de salto (leap seconds) quanto necessário. Os segundos de salto são definidos, por acordos internacionais, para o final de julho ou de dezembro como primeira opção e para os finais de março ou setembro como segunda opção. Até hoje somente julho e dezembro foram escolhidos como meses para ocorrer um segundo de salto. A entrada em circulação dos segundos de salto é determinada pelo Serviço Internacional de Sistemas de Referência e Rotação da Terra (IERS), com base nas suas medições da rotação da terra.

No uso informal, quando frações de segundo não são importantes, o GMT pode ser considerado equivalente ao UTC. Em contextos mais técnicos é geralmente evitado o uso de "GMT".

UTC é uma variante do tempo universal (universal time, UT) e o seu modificador C (para coordenado) foi incluído para enfatizar que é uma variante de UT. Pode-se considerar como uma solução conciliatória entre a abreviatura inglesa CUT e a francesa TUC.

Os tempos UTC de alta precisão só podem ser determinados uma vez, sendo conhecido o tempo atômico, que se estabelece mediante a reconciliação das diferenças observadas entre um conjunto de relógios atômicos mantidos por um determinado número de oficinas do tempo nacionais. Isto é feito sob coordenação do Escritório Internacional de Pesos e Medidas (Bureau International des Poids et Mesures - BIPM). Não obstante, os relógios atômicos são tão exatos que só os mais precisos computadores necessitam usar estas correções; e a maioria dos utilizadores de serviços de tempo utilizam os relógios atômicos que tenham sido previamente configurados como UTC, para estimar a hora UTC.

Devido aos segundos de salto é impossível determinar que representação UTC virá a ter numa data futura, pois o número de segundos de salto que se tem que incluir na data é ainda desconhecido. Para tais casos é recomendado que se utilize a representação TAI que não sofre tais limitações.

UTC é o sistema de tempo utilizado por muitos padrões da Internet e da World Wide Web. Em particular, desenhou-se o Network Time Protocol como uma forma de distribuir o tempo UTC na Internet.

Na aviação, as cartas de navegação, autorizações de vôo e autorizações de trafego aéreo utilizam o horário UTC para evitar confusões decorrentes dos diferentes fusos e horários de verão. Assim é possível assegurar que todos os pilotos, independentemente da localização, estejam usando a mesma referência horária. Especialmente na comunicação por rádio, o horário UTC é conhecido como horário zulu, desde aproximadamente os anos 1950. Isto porque, no alfabeto fonético da OTAN, a palavra usada para Z (de zero, que corresponde ao fuso horário de referência) é zulu.
publicado por sattotal às 20:09 | link do post
tags:
O canal de televisão basco ETB1 juntou-se à plataforma francesa de TDT gratuita por satélite Fransat, difundida no satélite Atlantic Bird 3/5º Oeste, garantindo assim a sua difusão a 100% do país basco francês, numa altura em que esta região acaba de efectuar o “apagão analógico”. Criado em 1982, o canal ETB1 (para Euskal Irrati Telebista ou Rádio Televisão Basca) é uma estação generalista que assenta na promoção da língua e cultura bascas, em especial junto das gerações mais novas.



publicado por sattotal às 21:13 | link do post
O canal de televisão basco ETB1 juntou-se à plataforma francesa de TDT gratuita por satélite Fransat, difundida no satélite Atlantic Bird 3/5º Oeste, garantindo assim a sua difusão a 100% do país basco francês, numa altura em que esta região acaba de efectuar o “apagão analógico”. Criado em 1982, o canal ETB1 (para Euskal Irrati Telebista ou Rádio Televisão Basca) é uma estação generalista que assenta na promoção da língua e cultura bascas, em especial junto das gerações mais novas.



publicado por sattotal às 21:13 | link do post

Está tudo a postos para o lançamento, previsto para esta quarta-feira entre as 22h45 e as 23h52 hora de Lisboa, de mais uma missão Ariane 5 a partir do Centro Espacial da Arianespace, na Guiana francesa.

O objectivo deste lançamento é a colocação em órbita dos satélites Yahsat Y1A, do operador Al Yah Satellite Communications Company (Emiratos Árabes Unidos), e Intelsat New Dawn, do operador New Dawn Satellite Company Ltd, uma “joint venture” entre a Intelsat e a Convergence Partners.

Este lançamento é transmitido em directo no endereço seguinte: http://www.videocorner.tv/index.htm
publicado por sattotal às 21:08 | link do post
tags:

Está tudo a postos para o lançamento, previsto para esta quarta-feira entre as 22h45 e as 23h52 hora de Lisboa, de mais uma missão Ariane 5 a partir do Centro Espacial da Arianespace, na Guiana francesa.

O objectivo deste lançamento é a colocação em órbita dos satélites Yahsat Y1A, do operador Al Yah Satellite Communications Company (Emiratos Árabes Unidos), e Intelsat New Dawn, do operador New Dawn Satellite Company Ltd, uma “joint venture” entre a Intelsat e a Convergence Partners.

Este lançamento é transmitido em directo no endereço seguinte: http://www.videocorner.tv/index.htm
publicado por sattotal às 21:08 | link do post
tags:
Ainda em relação aos números  divulgados pelo Observatório Europeu do Audiovisual uma notícia particularmente interessante para o mercado da televisão por satélite: o número de plataformas que distribuem ofertas de televisão por satélite – também designados por “bouquets” – situava-se nos 88 em final do ano passado no conjunto dos 36 mercados europeus incluindo nesta análise. Uma progressão significativa se olharmos para os números registados nos anos anteriores: 71 e 60 em 2009 e 2008, respectivamente.

Lista das Plataformas com respectivos Canais
publicado por sattotal às 20:58 | link do post
Ainda em relação aos números  divulgados pelo Observatório Europeu do Audiovisual uma notícia particularmente interessante para o mercado da televisão por satélite: o número de plataformas que distribuem ofertas de televisão por satélite – também designados por “bouquets” – situava-se nos 88 em final do ano passado no conjunto dos 36 mercados europeus incluindo nesta análise. Uma progressão significativa se olharmos para os números registados nos anos anteriores: 71 e 60 em 2009 e 2008, respectivamente.

Lista das Plataformas com respectivos Canais
publicado por sattotal às 20:58 | link do post
Foram lançadas mais de 300 canais de televisão o ano passado em toda a União Europeia, adianta o mais recente relatório Observatório Europeu do Audiovisual, publicado esta segunda-feira, indicando que existiam assim, no final do ano 2010, 9.893 estações de televisão na Europa.

Destas 9.893 ofertas, 60,2% eram canais regionais ou locais, sendo os restantes canais nacionais ou internacionais.

Entre os novos canais, destaque para a temática do desporto que “cresceu” 47 novos conteúdos, seguida pela pornografia (32), o entretenimento (26) e o simulcast HD de canais já existentes (25).

Por falar em Alta Definição, de registar também, em 2010, um aumento de 274 canais HD em relação ao ano anterior, elevando para 414 o total de canais disponíveis nesta tecnologia a 31 de Dezembro passado
publicado por sattotal às 20:35 | link do post
Foram lançadas mais de 300 canais de televisão o ano passado em toda a União Europeia, adianta o mais recente relatório Observatório Europeu do Audiovisual, publicado esta segunda-feira, indicando que existiam assim, no final do ano 2010, 9.893 estações de televisão na Europa.

Destas 9.893 ofertas, 60,2% eram canais regionais ou locais, sendo os restantes canais nacionais ou internacionais.

Entre os novos canais, destaque para a temática do desporto que “cresceu” 47 novos conteúdos, seguida pela pornografia (32), o entretenimento (26) e o simulcast HD de canais já existentes (25).

Por falar em Alta Definição, de registar também, em 2010, um aumento de 274 canais HD em relação ao ano anterior, elevando para 414 o total de canais disponíveis nesta tecnologia a 31 de Dezembro passado
publicado por sattotal às 20:35 | link do post


Album de Fotos de:- luisa_aragao_mello
publicado por sattotal às 07:55 | link do post
tags: ,


Album de Fotos de:- luisa_aragao_mello
publicado por sattotal às 07:55 | link do post
tags: ,
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
22
comentários recentes
MUSA, DIVA, SEREIA LINDA E DELICIOSA QUE AMAREI ET...
Sereia linda e deliciosa Ana Hickmann, te amo
Deusa linda que amo demais Ana Hickmann
Te amarei enternamente Ana Hickmann
Diva, musa, sereia linda Ana Hickmann, te amo dema...
Está fixe :-)
Faltou indicar os créditos desse artigo. A fonte o...
Excelente artigo, gostei da abordagem. Visite o me...
Em que decodificador?
Porque está emissora só tem programa de merda não ...
subscrever feeds
SAPO Blogs