Ele demonstra com Minotauro um pouco do MMA

publicado por sattotal às 23:20 | link do post
tags: ,
Ele demonstra com Minotauro um pouco do MMA

publicado por sattotal às 23:20 | link do post
tags: ,
A suíça Simona de Silvestro perdeu o controle do carro em uma curva, bateu contra o muro de proteção e capotou. O veículo pegou fogo e, mesmo com a gravidade do acidente, a piloto conseguiu sair andando do carro e sofreu somente queimadura nas mãos.

publicado por sattotal às 21:33 | link do post
tags:
A suíça Simona de Silvestro perdeu o controle do carro em uma curva, bateu contra o muro de proteção e capotou. O veículo pegou fogo e, mesmo com a gravidade do acidente, a piloto conseguiu sair andando do carro e sofreu somente queimadura nas mãos.

publicado por sattotal às 21:33 | link do post
tags:
publicado por sattotal às 21:27 | link do post
publicado por sattotal às 21:27 | link do post
No mundo da internet, um tipo especial de gíria ganhou um rótulo: são os “Memes”, ou os jargões do mundo digital. Os memes são brincadeiras, frases ou expressões que surgem na internet e se espalham como um vírus, de maneira muito rápida e fácil. Afinal, eles só ganham vida quando são incansavelmente repetidos.

"Tem até uma pesquisa que diz que um Trending Topic, no Twitter, fica um tempo médio de 11 minutos. Então imagina, a cada 11 minutos tem um termo novo em potencial que tá surgindo, a cada dia tem um vídeo novo, ou viral novo. E de cada uma dessas coisas, alguém pode pinçar uma frase que vai virar todo um meme, uma expressão que vai ser usada em outros lugares", explica Bia Granja, curadora da Memepedia.

Há algum tempo, Bia deu início a uma pesquisa que, ao que tudo indica, não terá fim. Ela é uma das responsáveis pelo conteúdo publicado na “Memepedia”, uma espécie de enciclopédia brasileira dessas gírias virtuais. A idéia é, além de mostrar a origem dessas expressões, registrar a história cultural da internet no Brasil.

Mas essa anarquia criativa que nasceu graças à internet, e ganha cada vez mais espaço e força graças às redes sociais, é criticada pelos mais conservadores. Nem todos gostam da moda. Tem gente que prefere não usar as expressões e escrever o mais certo o possível na internet.

Mas, os memes ganham força. Até um baralho memético foi criado para eternizar alguns memes mais recentes. Muitas dessas expressões são auto-explicativas, fáceis de entender, outras são menos óbvias. "Às vezes, você começa a ver aquilo e você não sabe o que é, então quando você usa você tem que saber o que você tá usando", conta a skatista profissional, Karen Jonz.

publicado por sattotal às 21:22 | link do post
tags:
No mundo da internet, um tipo especial de gíria ganhou um rótulo: são os “Memes”, ou os jargões do mundo digital. Os memes são brincadeiras, frases ou expressões que surgem na internet e se espalham como um vírus, de maneira muito rápida e fácil. Afinal, eles só ganham vida quando são incansavelmente repetidos.

"Tem até uma pesquisa que diz que um Trending Topic, no Twitter, fica um tempo médio de 11 minutos. Então imagina, a cada 11 minutos tem um termo novo em potencial que tá surgindo, a cada dia tem um vídeo novo, ou viral novo. E de cada uma dessas coisas, alguém pode pinçar uma frase que vai virar todo um meme, uma expressão que vai ser usada em outros lugares", explica Bia Granja, curadora da Memepedia.

Há algum tempo, Bia deu início a uma pesquisa que, ao que tudo indica, não terá fim. Ela é uma das responsáveis pelo conteúdo publicado na “Memepedia”, uma espécie de enciclopédia brasileira dessas gírias virtuais. A idéia é, além de mostrar a origem dessas expressões, registrar a história cultural da internet no Brasil.

Mas essa anarquia criativa que nasceu graças à internet, e ganha cada vez mais espaço e força graças às redes sociais, é criticada pelos mais conservadores. Nem todos gostam da moda. Tem gente que prefere não usar as expressões e escrever o mais certo o possível na internet.

Mas, os memes ganham força. Até um baralho memético foi criado para eternizar alguns memes mais recentes. Muitas dessas expressões são auto-explicativas, fáceis de entender, outras são menos óbvias. "Às vezes, você começa a ver aquilo e você não sabe o que é, então quando você usa você tem que saber o que você tá usando", conta a skatista profissional, Karen Jonz.

publicado por sattotal às 21:22 | link do post
tags:
Novo meme envolve fotos de usuários deitados de bruços em locais públicos. Quanto mais estranho, melhor.

Uma nova brincadeira da Internet chamada planking terminou recentemente em uma tragédia, quando um jovem de vinte anos tentou tirar uma foto deitado sobre o parapeito de uma varanda e caiu do sétimo andar de um prédio, em Brisbane, Austrália. O jovem participava da brincadeira conhecida na internet como planking, que consiste em fazer imagens inusitadas de uma pessoa deitada em lugadres públicos, de barriga para baixo, com as mãos ao lado do corpo e pés juntos, mais ou menos como uma tábua de madeira (do inglês, plank).

A origem do meme é diversa e dois grupos principais disputam o título de criadores da brincadeira. Um deles é de Somerset, Inglaterra, e afirma ter criado o "lying down game" (ou jogo de deitar) em 2000. Mais recentemente, um grupo no Sul da Austrália disse tê-lo criado em 2008, já com o nome de planking. Cada um dos dois possui sua própria página no Facebook, que juntas já possuem mais de 150 mil usuários.

De qualquer maneira, o chamado planking ganhou uma grande cobertura da mídia australiana e virou uma febre no país. Algumas pesonalidades locais, como o jogador de Rugby David "Wolfman" William, se juntaram à brincadeira e performaram o planking em locais públicos.

Com a popularidade do meme, as autoridades australianas alertaram a população sobre os perigos de tentar se arriscar enquanto tentam atingir fotos cada vez mais curiosas. Na semana passada, outra pessoa foi multada pela polícia australiana após "plankear" em cima de uma viatura local.

Em 2007 o fenômeno ganhou popularidade pela primeira vez, no Reino Unido, quando pessoas começaram a postar fotografias em redes sociais participando da brincadeira em locais públicos. Quando perguntado o por que do sucesso da brincadeira, Daniel Hoppin, tido como um dos inventores do meme, afirmou: "Porque é completamente ridículo".






publicado por sattotal às 21:16 | link do post
tags:
Novo meme envolve fotos de usuários deitados de bruços em locais públicos. Quanto mais estranho, melhor.

Uma nova brincadeira da Internet chamada planking terminou recentemente em uma tragédia, quando um jovem de vinte anos tentou tirar uma foto deitado sobre o parapeito de uma varanda e caiu do sétimo andar de um prédio, em Brisbane, Austrália. O jovem participava da brincadeira conhecida na internet como planking, que consiste em fazer imagens inusitadas de uma pessoa deitada em lugadres públicos, de barriga para baixo, com as mãos ao lado do corpo e pés juntos, mais ou menos como uma tábua de madeira (do inglês, plank).

A origem do meme é diversa e dois grupos principais disputam o título de criadores da brincadeira. Um deles é de Somerset, Inglaterra, e afirma ter criado o "lying down game" (ou jogo de deitar) em 2000. Mais recentemente, um grupo no Sul da Austrália disse tê-lo criado em 2008, já com o nome de planking. Cada um dos dois possui sua própria página no Facebook, que juntas já possuem mais de 150 mil usuários.

De qualquer maneira, o chamado planking ganhou uma grande cobertura da mídia australiana e virou uma febre no país. Algumas pesonalidades locais, como o jogador de Rugby David "Wolfman" William, se juntaram à brincadeira e performaram o planking em locais públicos.

Com a popularidade do meme, as autoridades australianas alertaram a população sobre os perigos de tentar se arriscar enquanto tentam atingir fotos cada vez mais curiosas. Na semana passada, outra pessoa foi multada pela polícia australiana após "plankear" em cima de uma viatura local.

Em 2007 o fenômeno ganhou popularidade pela primeira vez, no Reino Unido, quando pessoas começaram a postar fotografias em redes sociais participando da brincadeira em locais públicos. Quando perguntado o por que do sucesso da brincadeira, Daniel Hoppin, tido como um dos inventores do meme, afirmou: "Porque é completamente ridículo".






publicado por sattotal às 21:16 | link do post
tags:
A agência norteamericana de experiência de usuário e análise de dados JESS3 divulgou nesta sexta-feira (20/5) um infográfico que mostra a configuração das principais redes sociais e serviços de internet no ano de 2011.

Imitando o formado de um sistema solar, o desenho mostra o tamanho de serviços como o Facebook, Twitter, Gmail, MySpace, LinkedIn, entre outros. Se comparado com o inforgráfico do ano passado, alguns dados interessantes podem ser observados.

O número total de celulares no mundo já é 5,3 bilhão, valor que já representa 77% do total da população mundial. Desses, 21,8% já são smartphones. O crescimento do Skype, agora adquirido pela Microsoft, também permanece grande e o serviço de telefonia ainda possui mais usuário do que o Facebook, a maior rede social do mundo.

Entre as redes sociais, o crescimento do equivalente chinês do Facebook, o Qzone, também teve um crescimento assustador e agora conta com 480 milhões de usuários registrados. Já o Twitter permanece com seus 200 milhões. Compare dos dois inforgráficos abaixo (clique para aumentar): 2011


2010



publicado por sattotal às 21:03 | link do post
A agência norteamericana de experiência de usuário e análise de dados JESS3 divulgou nesta sexta-feira (20/5) um infográfico que mostra a configuração das principais redes sociais e serviços de internet no ano de 2011.

Imitando o formado de um sistema solar, o desenho mostra o tamanho de serviços como o Facebook, Twitter, Gmail, MySpace, LinkedIn, entre outros. Se comparado com o inforgráfico do ano passado, alguns dados interessantes podem ser observados.

O número total de celulares no mundo já é 5,3 bilhão, valor que já representa 77% do total da população mundial. Desses, 21,8% já são smartphones. O crescimento do Skype, agora adquirido pela Microsoft, também permanece grande e o serviço de telefonia ainda possui mais usuário do que o Facebook, a maior rede social do mundo.

Entre as redes sociais, o crescimento do equivalente chinês do Facebook, o Qzone, também teve um crescimento assustador e agora conta com 480 milhões de usuários registrados. Já o Twitter permanece com seus 200 milhões. Compare dos dois inforgráficos abaixo (clique para aumentar): 2011


2010



publicado por sattotal às 21:03 | link do post
Vito LaPinta, um garoto de 13 anos da cidade de Tacoma, Washington, Estados Unidos, foi interrogado pelo serviço secreto norte-americano após fazer uma postagem que citava Osama Bin Laden, morto recentemente em uma operação militar. Após a morte do terrorista, o estudante postou uma mensagem em seu Facebook alertando que o presidente Barack Obama deveria tomar cuidado com ataques suicidas.

Após alguns dias, LaPinta foi abordado por um homem "de terno e óculos escuros" que afirmava ser do serviço secreto americano. Segundo a mãe do garoto, Timi Robertson, o menino teria sido interrogado por cerca de meia hora sem a presença dela. "Meu filho de 13 anos deveria estar seguro na sala de aula e foi interrogado sem eu saber e sem meu consentimento privado", exclamou a mãe.

O serviço secreto não fez nenhuma declaração sobre o interrogatório realizado com Vito, mas deu a explicação do garoto com verdadeira. Um dos motivos que pode ter chamado a atenção do orgão de defesa do país é a pouca quantidade de amigos do jovem na rede social - apenas 7 - e a ausência de fotos.
publicado por sattotal às 20:55 | link do post
tags:
Vito LaPinta, um garoto de 13 anos da cidade de Tacoma, Washington, Estados Unidos, foi interrogado pelo serviço secreto norte-americano após fazer uma postagem que citava Osama Bin Laden, morto recentemente em uma operação militar. Após a morte do terrorista, o estudante postou uma mensagem em seu Facebook alertando que o presidente Barack Obama deveria tomar cuidado com ataques suicidas.

Após alguns dias, LaPinta foi abordado por um homem "de terno e óculos escuros" que afirmava ser do serviço secreto americano. Segundo a mãe do garoto, Timi Robertson, o menino teria sido interrogado por cerca de meia hora sem a presença dela. "Meu filho de 13 anos deveria estar seguro na sala de aula e foi interrogado sem eu saber e sem meu consentimento privado", exclamou a mãe.

O serviço secreto não fez nenhuma declaração sobre o interrogatório realizado com Vito, mas deu a explicação do garoto com verdadeira. Um dos motivos que pode ter chamado a atenção do orgão de defesa do país é a pouca quantidade de amigos do jovem na rede social - apenas 7 - e a ausência de fotos.
publicado por sattotal às 20:55 | link do post
tags:
O jornalista australiano Ben Grubb foi preso após usar uma foto privada do Facebook em uma matéria no jornal Sydney Morning Herald na última quarta-feira (18/05). Ben escrevia sobre uma falha de segurança da rede social relatada por um perito em segurança, que acabou demonstrando a falha hackeando o perfil da pessoa errada: a mulher em questão era esposa de um famoso hacker da empresa de segurança Pure Hacking.

Dois policiais interrogaram Ben por meia hora e, em seguida, o prenderam por obtenção ilegal de propriedade privada. Os policiais também apreenderam o tablet no qual o jornalista redigia sobre o assunto. Tudo porque Ben, que reportava sobre a criminalidade no Facebook, utilizou a foto privada da esposa do hacker para ilustrar a matéria.

“A verdade é que, agora, o ambiente online é uma extensão da vida real. Se nós entrarmos neste ambiente, temos que ter responsabilidade e nos comportarmos de maneira correta”, explicou o detetive Brian Hay, ao SMH.

Ben, no entanto, não concorda com a atitude dos policiais: “É ridículo ver que eu, o ‘mensageiro’ que relatou sobre a polícia tornar essa questão judicial (roubo de propriedade privada no Facebook), me transformei no próprio alvo disso”, explicou o repórter ao jornal australiano. “Eu acreditava que, como jornalista, teria proteção. Mas parece que não. Perder um dispositivo que contém informações não só restritas, como também de trabalho, é alarmante para um jornalista”, concluiu Ben, que já está em liberdade, mas continua com seu tablet confiscado.
publicado por sattotal às 20:50 | link do post
O jornalista australiano Ben Grubb foi preso após usar uma foto privada do Facebook em uma matéria no jornal Sydney Morning Herald na última quarta-feira (18/05). Ben escrevia sobre uma falha de segurança da rede social relatada por um perito em segurança, que acabou demonstrando a falha hackeando o perfil da pessoa errada: a mulher em questão era esposa de um famoso hacker da empresa de segurança Pure Hacking.

Dois policiais interrogaram Ben por meia hora e, em seguida, o prenderam por obtenção ilegal de propriedade privada. Os policiais também apreenderam o tablet no qual o jornalista redigia sobre o assunto. Tudo porque Ben, que reportava sobre a criminalidade no Facebook, utilizou a foto privada da esposa do hacker para ilustrar a matéria.

“A verdade é que, agora, o ambiente online é uma extensão da vida real. Se nós entrarmos neste ambiente, temos que ter responsabilidade e nos comportarmos de maneira correta”, explicou o detetive Brian Hay, ao SMH.

Ben, no entanto, não concorda com a atitude dos policiais: “É ridículo ver que eu, o ‘mensageiro’ que relatou sobre a polícia tornar essa questão judicial (roubo de propriedade privada no Facebook), me transformei no próprio alvo disso”, explicou o repórter ao jornal australiano. “Eu acreditava que, como jornalista, teria proteção. Mas parece que não. Perder um dispositivo que contém informações não só restritas, como também de trabalho, é alarmante para um jornalista”, concluiu Ben, que já está em liberdade, mas continua com seu tablet confiscado.
publicado por sattotal às 20:50 | link do post
Uma campanha de marketing criada pela Memac Ogilvy, na Tunísia, levou ao Facebook um aplicativo que permite adicionar várias namoradas ou namorados à sua conta da rede social. Ao utilizar o aplicativo, uma atualização do status de relacionamento do usuário coloca a namorada atual junto com outras mulheres na mesma mensagem (direita).

Mesmo que esteja óbvio que as namoradas exibidas na mensagem são de mentira, elas atraem inúmeros cliques curiosos de outros usuários da rede social. Ao clicar no link correspondente "às namoradas", a pessoa é redirecionada para a página da campanha do produto, onde pode escolher o número de namoradas falsas e participar da brincadeira.

publicado por sattotal às 20:47 | link do post
tags:
Uma campanha de marketing criada pela Memac Ogilvy, na Tunísia, levou ao Facebook um aplicativo que permite adicionar várias namoradas ou namorados à sua conta da rede social. Ao utilizar o aplicativo, uma atualização do status de relacionamento do usuário coloca a namorada atual junto com outras mulheres na mesma mensagem (direita).

Mesmo que esteja óbvio que as namoradas exibidas na mensagem são de mentira, elas atraem inúmeros cliques curiosos de outros usuários da rede social. Ao clicar no link correspondente "às namoradas", a pessoa é redirecionada para a página da campanha do produto, onde pode escolher o número de namoradas falsas e participar da brincadeira.

publicado por sattotal às 20:47 | link do post
tags:
Uma nova onda de botões falsos de "Dislike", ou "Não curtir" no Facebook voltou. Segundo o site Digital Life, em 2010 houve um boom de links maliciosos espalhados pela rede que prometiam o acesso ao botão de repúdio.

De acordo com o site, os usuários não aprenderam a lição no passado e voltaram a se infectar ao seguir as instruções do spam: "Habilite o seu botão 'Dislike' e passe a usar a ferramenta". Com a volta dos falsos botões, o Facebook disse que está trabalhando com os principais navegadores da web para corrigir as brechas de segurança que permitem que aplicativos maliciosos invadam a rede. Na semana passada, o Facebook lançou atualizações de segurança para ajudar a limpar o spam que ficou famoso nos Estados Unidos por Nicole Santos.

Para o Digital Life, o Facebook nunca irá oferecer a possibilidade dos usuários repudiarem algo mesmo que haja milhares de pedidos dos usuários. O botão de "Dislike", segundo o site, não combina com a filosofia do Facebook e se a massa da internet passar a "não curtir" certos comentários, pode haver uma discórdia entre os usuários.
publicado por sattotal às 20:41 | link do post
Uma nova onda de botões falsos de "Dislike", ou "Não curtir" no Facebook voltou. Segundo o site Digital Life, em 2010 houve um boom de links maliciosos espalhados pela rede que prometiam o acesso ao botão de repúdio.

De acordo com o site, os usuários não aprenderam a lição no passado e voltaram a se infectar ao seguir as instruções do spam: "Habilite o seu botão 'Dislike' e passe a usar a ferramenta". Com a volta dos falsos botões, o Facebook disse que está trabalhando com os principais navegadores da web para corrigir as brechas de segurança que permitem que aplicativos maliciosos invadam a rede. Na semana passada, o Facebook lançou atualizações de segurança para ajudar a limpar o spam que ficou famoso nos Estados Unidos por Nicole Santos.

Para o Digital Life, o Facebook nunca irá oferecer a possibilidade dos usuários repudiarem algo mesmo que haja milhares de pedidos dos usuários. O botão de "Dislike", segundo o site, não combina com a filosofia do Facebook e se a massa da internet passar a "não curtir" certos comentários, pode haver uma discórdia entre os usuários.
publicado por sattotal às 20:41 | link do post
O Facebook está coletando os dados de seus usuários a partir do botão "Like", presente em vários sites pela internet. O jornal americano The Wall Streel Journal afirma que, se o usuário da rede social estiver logado em sua conta e acessar qualquer site que apresente o botão, o Facebook recolherá informações da navegação, mesmo que ele não tenha clicado no botão "Like".

O CTO do Facebook, Bret Taylor, não nega a captura dos dados e explicou ao WSJ que, apesar de tê-los em arquivo, não os utiliza para rastreamento do usuário. Além disso, garante que as informações são excluídas a cada 90 dias. A Google também guarda esse tipo de informações e já foi bastante criticada por essa atitude, mas, no caso da gigante das buscas, os dados são armazenados por apenas duas semanas.

Mas por que o Facebook armazenaria tais informações? O executivo da rede social afirma, ainda, que esses dados são utilizados apenas para otimizar a exibição de anúncios para os usuários, quando você compartilha um link com os seus amigos. Eles querem, também, entender a eficiência do botão "Like" e o quanto ele está ajudando os sites a atrair mais tráfego.

O botão "Like" do Facebook é uma ferramenta de compartilhamento de informações de outros sites dentro da rede social. Clicando no botão "Like" você passa a dividir o link do conteúdo de um site com os seus amigos dentro da rede social, através das atualizações de seu perfil.
publicado por sattotal às 20:38 | link do post
O Facebook está coletando os dados de seus usuários a partir do botão "Like", presente em vários sites pela internet. O jornal americano The Wall Streel Journal afirma que, se o usuário da rede social estiver logado em sua conta e acessar qualquer site que apresente o botão, o Facebook recolherá informações da navegação, mesmo que ele não tenha clicado no botão "Like".

O CTO do Facebook, Bret Taylor, não nega a captura dos dados e explicou ao WSJ que, apesar de tê-los em arquivo, não os utiliza para rastreamento do usuário. Além disso, garante que as informações são excluídas a cada 90 dias. A Google também guarda esse tipo de informações e já foi bastante criticada por essa atitude, mas, no caso da gigante das buscas, os dados são armazenados por apenas duas semanas.

Mas por que o Facebook armazenaria tais informações? O executivo da rede social afirma, ainda, que esses dados são utilizados apenas para otimizar a exibição de anúncios para os usuários, quando você compartilha um link com os seus amigos. Eles querem, também, entender a eficiência do botão "Like" e o quanto ele está ajudando os sites a atrair mais tráfego.

O botão "Like" do Facebook é uma ferramenta de compartilhamento de informações de outros sites dentro da rede social. Clicando no botão "Like" você passa a dividir o link do conteúdo de um site com os seus amigos dentro da rede social, através das atualizações de seu perfil.
publicado por sattotal às 20:38 | link do post
O Google lançou semana passada seu notebook chamado Chromebook. O protótipo, chamado de CR-48 parece ser um portátil comum, rodando Windows, esperando em seu HD que você grave arquivos das mais variadas fontes.

Até que você o liga! Em menos de 10 segundos uma tela do navegador Chrome é aberta e este é o seu único ponto de contato com sua vida online. Sim, o Chromebook só roda arquivos e programas na “nuvem”. Nem acesso ao HD interno o usuário tem!

Você pode editar documentos do GoogleDocs, compartilhar suas fotos no Picasa, agendar seus compromissos no Google Calendar. Conta também com uma duração de 8 horas de bateria, e acesso rápido a todos os seus favoritos, sincronizados com sua conta do Google.

Ou seja: é um conceito revolucionário, antenado com as tendências de uso de hoje e que promete ser bastante útil em projetos de inclusão digital, entre outros. O Chromebook roda Wi-Fi e 3G (apenas nos EUA por enquanto) e ainda aceita arquivos via USB, para serem passados para o GoogleDocs.

Confira no vídeo abaixo:

publicado por sattotal às 20:34 | link do post
O Google lançou semana passada seu notebook chamado Chromebook. O protótipo, chamado de CR-48 parece ser um portátil comum, rodando Windows, esperando em seu HD que você grave arquivos das mais variadas fontes.

Até que você o liga! Em menos de 10 segundos uma tela do navegador Chrome é aberta e este é o seu único ponto de contato com sua vida online. Sim, o Chromebook só roda arquivos e programas na “nuvem”. Nem acesso ao HD interno o usuário tem!

Você pode editar documentos do GoogleDocs, compartilhar suas fotos no Picasa, agendar seus compromissos no Google Calendar. Conta também com uma duração de 8 horas de bateria, e acesso rápido a todos os seus favoritos, sincronizados com sua conta do Google.

Ou seja: é um conceito revolucionário, antenado com as tendências de uso de hoje e que promete ser bastante útil em projetos de inclusão digital, entre outros. O Chromebook roda Wi-Fi e 3G (apenas nos EUA por enquanto) e ainda aceita arquivos via USB, para serem passados para o GoogleDocs.

Confira no vídeo abaixo:

publicado por sattotal às 20:34 | link do post
O sistema operacional de código aberto para celulares, criado a partir da união das plataformas baseadas em Linux e Intel, contudo, parece que a fabricante voltou atrás, em um dos novos lançamentos da marca filandesa, o N9. Confira no vídeo:



O N9 é todo estiloso, com teclado QWERTY e com o corpo em alumínio. Segundo os fabricantes, a intenção de lançar o produto agora envolve a oportunidade de aprender com os usuários, analisando sua interação com o sistema para futuros novos lançamentos.
publicado por sattotal às 20:29 | link do post
O sistema operacional de código aberto para celulares, criado a partir da união das plataformas baseadas em Linux e Intel, contudo, parece que a fabricante voltou atrás, em um dos novos lançamentos da marca filandesa, o N9. Confira no vídeo:



O N9 é todo estiloso, com teclado QWERTY e com o corpo em alumínio. Segundo os fabricantes, a intenção de lançar o produto agora envolve a oportunidade de aprender com os usuários, analisando sua interação com o sistema para futuros novos lançamentos.
publicado por sattotal às 20:29 | link do post
É para esta sexta-feira dia 20 que a Arianespace tem agendado o 3º lançamento do ano do seu foguetão Ariane 5. O objectivo é colocar em órbita o satélite de telecomunicações ST-2 para o operador com o mesmo nome (uma “joint-venture” entre a Singapore Telecommunications Limited e a Changhwa Telecom Company Limited) e ainda o satélite de telecomunicações GSAT-8 por conta da agência espacial indiana ISRO.

Este lançamento está previsto entre as 21h38 e as 23h10 hora de Lisboa e pode ser visto em directo no seguinte endereço: http://www.videocorner.tv/index.htm  


publicado por sattotal às 20:24 | link do post
tags:
É para esta sexta-feira dia 20 que a Arianespace tem agendado o 3º lançamento do ano do seu foguetão Ariane 5. O objectivo é colocar em órbita o satélite de telecomunicações ST-2 para o operador com o mesmo nome (uma “joint-venture” entre a Singapore Telecommunications Limited e a Changhwa Telecom Company Limited) e ainda o satélite de telecomunicações GSAT-8 por conta da agência espacial indiana ISRO.

Este lançamento está previsto entre as 21h38 e as 23h10 hora de Lisboa e pode ser visto em directo no seguinte endereço: http://www.videocorner.tv/index.htm  


publicado por sattotal às 20:24 | link do post
tags:
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
24
27
comentários recentes
MUSA, DIVA, SEREIA LINDA E DELICIOSA QUE AMAREI ET...
Sereia linda e deliciosa Ana Hickmann, te amo
Deusa linda que amo demais Ana Hickmann
Te amarei enternamente Ana Hickmann
Diva, musa, sereia linda Ana Hickmann, te amo dema...
Está fixe :-)
Faltou indicar os créditos desse artigo. A fonte o...
Excelente artigo, gostei da abordagem. Visite o me...
Em que decodificador?
Porque está emissora só tem programa de merda não ...
subscrever feeds
SAPO Blogs