Sorteio número:
20 (09-03-2012 )


Sorteio número:
466 a nível Europeu


Prémio previsto:
26.000.000,00


CHAVE
3 - 32 - 36 - 39 - 47


Estrelas

6 - 9

JACKPOT - € 33.000.000,00
publicado por sattotal às 20:51 | link do post


Sorteio número:
20 (09-03-2012 )


Sorteio número:
466 a nível Europeu


Prémio previsto:
26.000.000,00


CHAVE
3 - 32 - 36 - 39 - 47


Estrelas

6 - 9

JACKPOT - € 33.000.000,00
publicado por sattotal às 20:51 | link do post
Decorre a partir da próxima segunda-feira 12 e até ao dia 14 de Março, em Roma, a Conferência DVB World 2012, um encontro que junta mais de 200 participantes de todo o Mundo em torno dos standards, serviços e tecnologias DVB.

O êxito do desenvolvimento dos standards terrestres DVB-T e DVB-T2 na Europa e a eficiência do espectro são dois dos temas em destaque nesta edição.

Visite a página oficial do evento e saiba mais detalhes


publicado por sattotal às 19:52 | link do post
tags:
Decorre a partir da próxima segunda-feira 12 e até ao dia 14 de Março, em Roma, a Conferência DVB World 2012, um encontro que junta mais de 200 participantes de todo o Mundo em torno dos standards, serviços e tecnologias DVB.

O êxito do desenvolvimento dos standards terrestres DVB-T e DVB-T2 na Europa e a eficiência do espectro são dois dos temas em destaque nesta edição.

Visite a página oficial do evento e saiba mais detalhes


publicado por sattotal às 19:52 | link do post
tags:
O operador de satélites SES informa do lançamento, a 1 de Abril próximo, do canal African Television (AFTV) em sinal aberto na posição orbital 23,5º Este (12.168 GHz, vertical), ficando assim disponível para todos os lares equipados com antenas parabólicas (DTH), assim como para as plataformas de cabo e IPTV.

Contando com o apoio das embaixadas e os canais africanos de televisão, esta nova estação pretende dar uma maior visibilidade ao continente africano, através de conteúdos que focarão a cultura, o desporto, a música, o estilo de vida e a economia.
publicado por sattotal às 19:42 | link do post
O operador de satélites SES informa do lançamento, a 1 de Abril próximo, do canal African Television (AFTV) em sinal aberto na posição orbital 23,5º Este (12.168 GHz, vertical), ficando assim disponível para todos os lares equipados com antenas parabólicas (DTH), assim como para as plataformas de cabo e IPTV.

Contando com o apoio das embaixadas e os canais africanos de televisão, esta nova estação pretende dar uma maior visibilidade ao continente africano, através de conteúdos que focarão a cultura, o desporto, a música, o estilo de vida e a economia.
publicado por sattotal às 19:42 | link do post
 Canal Sky Sports F1 HD, integrado no “bouquet” britânico Sky Digital, difundido nas posições orbitais 28,2º e 28,5º Este.

Dedicado ao universo da Fórmula 1, este novo canal vai propor aos telespectadores um acompanhamento em directo de todos os Grandes Prémios do calendário 2012 (o qual começa no próximo dia 18 de Março na Austrália e acaba no Brasil a 25 de Novembro), assim como as respectivas sessões de treinos e de qualificação, entre outros conteúdos.

Não terá qualquer custo adicional para os assinantes Sky Sports 1 & 2 ou para quem receba a oferta HD do Sky Digital.
publicado por sattotal às 19:36 | link do post
 Canal Sky Sports F1 HD, integrado no “bouquet” britânico Sky Digital, difundido nas posições orbitais 28,2º e 28,5º Este.

Dedicado ao universo da Fórmula 1, este novo canal vai propor aos telespectadores um acompanhamento em directo de todos os Grandes Prémios do calendário 2012 (o qual começa no próximo dia 18 de Março na Austrália e acaba no Brasil a 25 de Novembro), assim como as respectivas sessões de treinos e de qualificação, entre outros conteúdos.

Não terá qualquer custo adicional para os assinantes Sky Sports 1 & 2 ou para quem receba a oferta HD do Sky Digital.
publicado por sattotal às 19:36 | link do post

O operador alemão Sky Deutschland alugou um transponder adicional ao operador SES nos 19,2º Este para difundir, a partir de 1 de Junho próximo, mais programas em Alta Definição através do seu pacote de televisão por satélite “pay TV”, recorrendo assim a um total de 11 transponders na frota de satélites deste operador.

Segundo adianta a SES num comunicado, a oferta HD em língua alemã disponível nesta posição orbital situa-se nesta altura nos 39 canais, devendo ascender aos 50 até ao fim deste ano.
publicado por sattotal às 19:29 | link do post

O operador alemão Sky Deutschland alugou um transponder adicional ao operador SES nos 19,2º Este para difundir, a partir de 1 de Junho próximo, mais programas em Alta Definição através do seu pacote de televisão por satélite “pay TV”, recorrendo assim a um total de 11 transponders na frota de satélites deste operador.

Segundo adianta a SES num comunicado, a oferta HD em língua alemã disponível nesta posição orbital situa-se nesta altura nos 39 canais, devendo ascender aos 50 até ao fim deste ano.
publicado por sattotal às 19:29 | link do post
Na sequência do adiamento do lançamento do terceiro Veículo de Transferência Automatizado (ATV-3 na sigla inglesa) da Agência Espacial Europeia, inicialmente previsto para 9 de Março, foi comunicada uma nova data de partida: tudo aponta que esta terá lugar no próximo dia 23 de Março às 4h31 hora de Lisboa.
publicado por sattotal às 19:26 | link do post
tags:
Na sequência do adiamento do lançamento do terceiro Veículo de Transferência Automatizado (ATV-3 na sigla inglesa) da Agência Espacial Europeia, inicialmente previsto para 9 de Março, foi comunicada uma nova data de partida: tudo aponta que esta terá lugar no próximo dia 23 de Março às 4h31 hora de Lisboa.
publicado por sattotal às 19:26 | link do post
tags:
O objetivo do vídeo é tornar «famoso e visível» e levar à justiça, Joseph Kony, o líder do Exército de Resistência do Senhor.
Imagem: STUART PRICE

Campanha «Stop Kony 2012» no Uganda

Um vídeo que pretende chamar a atenção para o ugandês Joseph Kony, procurado por crimes de guerra e contra a humanidade, contava hoje mais de 50 milhões de visualizações, três dias depois de ter sido divulgado.

O objetivo do vídeo, acessível no «site» Youtube, é tornar «famoso e visível» e levar à justiça o líder do Exército de Resistência do Senhor (LRA, na sigla em inglês), acusado de milhares de mortes e raptos, torturas e exploração de dezenas de milhares de crianças nos últimos 20 anos, de acordo com o realizador Jason Russell.

O filme de 30 minutos, da organização não governamental «Invisible Children» (crianças invisíveis) com sede em São Diego (Califórnia), reclama uma intervenção militar norte-americana para deter Kony, procurado pelo Tribunal Penal Internacional.

A Casa Branca já se associou à campanha, assim como várias celebridades, como o patrão da Microsoft Bill Gates, que já partilharam o vídeo nas suas páginas em redes sociais.

"Este vídeo é uma parte da resposta (do público), que quer despertar as consciências sobre as atrocidades do LRA", declarou Jay Carney, porta-voz da Casa Branca.

Russell afirmou esperar que este filme torne a frase «Stop Kony 2012» (Deter Kony em 2012) suficientemente popular para levar o Congresso dos Estados Unidos a decidir enviar mais tropas para a região central de África, onde um contingente de forças especiais norte-americanas se encontra desde o final do ano passado para apoiar as forças dos países da África central que lutam contra este grupo rebelde.

Em outubro passado, o Presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou o envio de 100 militares para ajudar no Uganda e países vizinhos.

A campanha também gerou controvérsia, com críticas à organização por usar fundos angariados para viagens, salários e produção de filmes. A organização defendeu-se ao publicar no «site» um extrato pormenorizado dos fundos recebidos e os fundos gastos.

Jason Russel está envolvido na questão do Uganda desde 2003, quando após uma viagem ao país surgiu o filme “Rough Cut” em 2005 sobre crianças-soldados.

Em 2006, a «Invisible Children» tornou-se oficialmente numa organização sem fins lucrativos, com o objetivo de dar a conhecer e ajudar na situação do Uganda.

Além do vídeo, a ONG apelou para a participação num movimento a 20 de abril para cobrir as ruas, não só dos Estados Unidos, mas de todo o Mundo, de cartazes e autocolantes com a pedir a detenção de Joseph Kony este ano.

 
Porquê agora?

Atualmente, a região do Uganda mencionada no vídeo está pacificada e o LRA, enfraquecido, deslocou-se para noroeste.

«Porquê agora? Qual o interesse para a campanha de fazer publicidade a um homem já famoso e procurado pelos seus crimes?», questionou no seu blogue o escritor e jornalista ugandês Angelo Izama, citando os principais problemas que afetam o país hoje em dia: a prostituição infantil e a SIDA.

“Desde que o LRA deixou o Uganda em 2006, a Invisible Children denunciou publicamente as atrocidades que cometeu na RDCongo, Sudão do Sul e na República Centro-Africana”, defendeu-se em comunicado a organização. «E os países onde Kony atua são incapazes de o capturar», sublinhou.

Lusa
Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.
Fonte:- SAPO NOTÍCIAS

Stop Kony 2012

Canal deste Vídeo


Original em Inglês

Canal de Invisible Children
publicado por sattotal às 19:11 | link do post
tags: ,
O objetivo do vídeo é tornar «famoso e visível» e levar à justiça, Joseph Kony, o líder do Exército de Resistência do Senhor.
Imagem: STUART PRICE

Campanha «Stop Kony 2012» no Uganda

Um vídeo que pretende chamar a atenção para o ugandês Joseph Kony, procurado por crimes de guerra e contra a humanidade, contava hoje mais de 50 milhões de visualizações, três dias depois de ter sido divulgado.

O objetivo do vídeo, acessível no «site» Youtube, é tornar «famoso e visível» e levar à justiça o líder do Exército de Resistência do Senhor (LRA, na sigla em inglês), acusado de milhares de mortes e raptos, torturas e exploração de dezenas de milhares de crianças nos últimos 20 anos, de acordo com o realizador Jason Russell.

O filme de 30 minutos, da organização não governamental «Invisible Children» (crianças invisíveis) com sede em São Diego (Califórnia), reclama uma intervenção militar norte-americana para deter Kony, procurado pelo Tribunal Penal Internacional.

A Casa Branca já se associou à campanha, assim como várias celebridades, como o patrão da Microsoft Bill Gates, que já partilharam o vídeo nas suas páginas em redes sociais.

"Este vídeo é uma parte da resposta (do público), que quer despertar as consciências sobre as atrocidades do LRA", declarou Jay Carney, porta-voz da Casa Branca.

Russell afirmou esperar que este filme torne a frase «Stop Kony 2012» (Deter Kony em 2012) suficientemente popular para levar o Congresso dos Estados Unidos a decidir enviar mais tropas para a região central de África, onde um contingente de forças especiais norte-americanas se encontra desde o final do ano passado para apoiar as forças dos países da África central que lutam contra este grupo rebelde.

Em outubro passado, o Presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou o envio de 100 militares para ajudar no Uganda e países vizinhos.

A campanha também gerou controvérsia, com críticas à organização por usar fundos angariados para viagens, salários e produção de filmes. A organização defendeu-se ao publicar no «site» um extrato pormenorizado dos fundos recebidos e os fundos gastos.

Jason Russel está envolvido na questão do Uganda desde 2003, quando após uma viagem ao país surgiu o filme “Rough Cut” em 2005 sobre crianças-soldados.

Em 2006, a «Invisible Children» tornou-se oficialmente numa organização sem fins lucrativos, com o objetivo de dar a conhecer e ajudar na situação do Uganda.

Além do vídeo, a ONG apelou para a participação num movimento a 20 de abril para cobrir as ruas, não só dos Estados Unidos, mas de todo o Mundo, de cartazes e autocolantes com a pedir a detenção de Joseph Kony este ano.

 
Porquê agora?

Atualmente, a região do Uganda mencionada no vídeo está pacificada e o LRA, enfraquecido, deslocou-se para noroeste.

«Porquê agora? Qual o interesse para a campanha de fazer publicidade a um homem já famoso e procurado pelos seus crimes?», questionou no seu blogue o escritor e jornalista ugandês Angelo Izama, citando os principais problemas que afetam o país hoje em dia: a prostituição infantil e a SIDA.

“Desde que o LRA deixou o Uganda em 2006, a Invisible Children denunciou publicamente as atrocidades que cometeu na RDCongo, Sudão do Sul e na República Centro-Africana”, defendeu-se em comunicado a organização. «E os países onde Kony atua são incapazes de o capturar», sublinhou.

Lusa
Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.
Fonte:- SAPO NOTÍCIAS

Stop Kony 2012

Canal deste Vídeo


Original em Inglês

Canal de Invisible Children
publicado por sattotal às 19:11 | link do post
tags: ,

A Coca-Cola e a Pepsi vão alterar a composição dos seus refrigerantes eliminando substâncias potencialmente cancerígenas, nomeadamente o 4-metilimidazol (4-MI), que dá às bebidas o tom de caramelo.
Por trás da decisão das empresas está a lei californiana, que obriga os produtos com mais de 29 microgramas de 4-MI a apresentar um aviso quanto aos perigos da substância.
Nas latas da Pepsi as análises revelaram valores de 4-MI entre 145 e 153 microgramas. Já nas latas da rival Coca-Cola, os valores oscilavam entre os 142 e os 146 microgramas.
Assim, ambas as empresas decidiram alterar a receita dos refrigerantes, embora assegurem que as bebidas são seguras.
Douglas Karas, um porta-voz da agência de segurança alimentar (FDA) norte-americana, disse que não há motivos para receios dos consumidores.
«É importante entender que uma pessoa precisaria de milhares de latas de refrigerante diariamente para atingir o número de doses equivalentes às administradas em estudos que mostraram relação com o cancro em ratos de laboratório», explicou.

publicado por sattotal às 19:00 | link do post
tags:

A Coca-Cola e a Pepsi vão alterar a composição dos seus refrigerantes eliminando substâncias potencialmente cancerígenas, nomeadamente o 4-metilimidazol (4-MI), que dá às bebidas o tom de caramelo.
Por trás da decisão das empresas está a lei californiana, que obriga os produtos com mais de 29 microgramas de 4-MI a apresentar um aviso quanto aos perigos da substância.
Nas latas da Pepsi as análises revelaram valores de 4-MI entre 145 e 153 microgramas. Já nas latas da rival Coca-Cola, os valores oscilavam entre os 142 e os 146 microgramas.
Assim, ambas as empresas decidiram alterar a receita dos refrigerantes, embora assegurem que as bebidas são seguras.
Douglas Karas, um porta-voz da agência de segurança alimentar (FDA) norte-americana, disse que não há motivos para receios dos consumidores.
«É importante entender que uma pessoa precisaria de milhares de latas de refrigerante diariamente para atingir o número de doses equivalentes às administradas em estudos que mostraram relação com o cancro em ratos de laboratório», explicou.

publicado por sattotal às 19:00 | link do post
tags:
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
comentários recentes
Diva, musa, sereia linda Ana Hickmann, te amo dema...
Está fixe :-)
Faltou indicar os créditos desse artigo. A fonte o...
Excelente artigo, gostei da abordagem. Visite o me...
Em que decodificador?
Porque está emissora só tem programa de merda não ...
Bom dia, por favor tire as listas soapcast que não...
Porquê a tv urbana não passa filmes e series e só ...
Alguma coisa sobre o satelite galaxy 13 127w que e...
Como que eu faço pra mim compra uma antena dessa?
subscrever feeds
SAPO Blogs