Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LIVE TV

LIVE TV

SATELITES QUE COBREM PORTUGAL CONTINENTAL

Abril 19, 2009

sattotal

Listagem dos satélites que cobrem Portugal Continental , bem como o diametro minimo exigido para as suas recepções. Esta lista contem apenas as caracteristicas das antenas para a recepção na banda Ku.


68.5°Este - Intelsat 10

Satélite com vários feixes , entre os quais , um que é dirigido para a Europa e África do Sul em simultaneo. Constituído na sua quase totalidade por canais evangélicos dos bouquets da ViewAfrica Network e da Vivid , em modo livre, para além de alguns feeds. Há ainda a presença do bouquet pertencente à My TV ; este codificado. É uma posição orbital com um angulo de elevação reduzido , na ordem 10º , extremamente dificil de encontar. Possivél recepção em Portugal Continental com antenas na ordem de 100cm no sul , e 80 cm no norte.


62.0°Este - Intelsat 902

Satélite constituído por 2 feixes ( Spots1 e 2 ). Este satélite , é outro em que o angulo de elevação é baixo. Dele fazem parte um reduzido numero de canais , provenientes de países de leste . Chega até Portugal Continental através do seu Spot2 , exigindo para tal , antenas na ordem de 100cm no norte , e 150cm no sul. Destacar a presença de um canal romeno , a AXA TV , em que a sua potência de emissão é bastante forte , apesar do FEC ser de 7/8. Ao invés dos outros canais em que o sinal é fraco/nulo. ( dados obtidos com uma antena de 100cm ).


57.0° Este - NSS 703

Portugal continental está na penumbra da cobertura deste satélite , dirigido essencialmente para a Europa Central e Médio Oriente. Reduzido numero de canais e alguns feeds. De destacar os bulgaros da Neterra , com o conhecido e apreciado BTV. Em Portugal Continental ( zona norte ) , antenas de diametro minimo de 150cm.


53º Este - Express AM-22

É um satélite russo da nova geração, pertencente à empresa RSCC. A sua posição orbital implica um ângulo de elevação relativamente baixo, na ordem dos 13º, pelo que é por vezes difícil de “encontrar”. Em Portugal Continental , captam-se 3 feixes :
-O feixe Wide Europe ( antenas de 70cm de diametro ) , onde se encontram canais de televisão que despertam bastante interesse na comunidade russa e ucraniana, principalmente os STS , Ukrkosmos . Recentemente chegou um canal da Bielorussia .
-O feixe Europe , essencialmente preenchido por feeds ( antenas de 70 cm )
-O feixe S2 , com canais árabes ( antenas na ordem dos 90 cm ).


45.0° Este Intelsat 12

Antigo satélite de nome Europstar, foi entretanto adquirido pela Panamsat para reforçar a oferta de serviços para a Europa e Médio Oriente, podendo ainda oferecer igualmente serviços para a parte Oeste da Ásia e continente africano. Sendo um satélite de grande potência de emissão, pode ser captado em Portugal ( feixe Europe ) com antenas de diâmetro na ordem dos 60 cm. Emissão maioritariamente preenchida por feeds e pelo bouquet da Discovery Networks Europe.


42.0º Este - Turksat 2A

Satélite destinado à emissão de “bouquets” de canais de televisão para a Turquia. O seu diagrama está praticamente no início da zona de penumbra em relação ao nosso país, poderá ser recebido com antenas com diâmetros de 1,30 m ou dimensão superior, quanto mais para sul . Incluidos estão os seus dois feixes , West e S1. Portugal é o país da Europa que pior capta este satélite turco. O seu diagrama está orientado numa direcção NW-SE. Espera-se que com o lançamento do Turksat 3A em 2009 , as condições de recepção melhorem por cá .


40.0º Este - Express AM 1

Satélite constituido essencialmente por feeds e canais do Uzbequistão e Azerbeijão , para além de esporádicas passagens de canais italianos. Os seus feixes ( Wide Europe e Europe ) chegam até Portugal Continental mediante o uso de antenas na ordem dos 80cm.



39.0º Este - Hellas Sat

Satélite pertencente ao consórcio grego HELLAS SAT Consortium Ltd, dispõe basicamente de três feixes de emissão: o “S2”, dirigido para o Médio Oriente e Rússia; e os restantes dois, com potência de emissão elevada, respectivamente o “F1” e o “F2”, dirigidos para a Europa, Bacia Mediterrânica e parte Sul dos países escandinavos. Neste satélite são transmitidos diversos canais de televisão para países da área mediterrânica em modo livre, alguns “bouquets” digitais para a Grécia, como por exemplo o OTE e por assinatura Athina Sat TV, para a Bulgária o Bulsatcom e para a Roménia a Dolce Para a recepção do feixe “F1” as antenas recomendadas rondam os 80 cm e para o “F2”, por ter uma potência maior, podem-se usar antenas com 60 cm de diâmetro.


36.0º Este - Eutelsat Sesat 1 / Eutelsat W4

É uma posição orbital que se recebe bem em Portugal. O Sesat constituido com o seu feixe fixed e o W4 com o seu feixe África, podem ser captados no nosso país. Contudo, há o problema de os canais que eventualmente mais possam interessar os aficionados da televisão por satélite pertencerem ao “bouquet” digital da Multichoice, sendo portanto transmitidos em modo codificado. Há, no entanto, alguns canais que são transmitidos livres e, assim, poderão ser seguidos por todos os interessados. O diâmetro de antenas recomendado para os 2 feixes é na ordem dos 75 cm (mínimo).


33.0º Este - Eurobird 3

Varios canais têm chegado ultimamente a posição orbital , nomedamente turcos. É um satélite constituido por varios feixes ( A , B , C , D ). O que nos cobre é o feixe A , com uma potencia de emissão muito boa , que exige antenas na ordem dos 50cm. O que torna este satélite muito estranho é o facto de haverem muitos canais a emitir no feixe A+D ( feixe simultaneo ) , estanto apenas o feixe D activado. Já no que que concerne a Datas ( serviços de internet por satélite ) , aquele feixe simultaneo já esta activado para o nosso país...



30,5º Este - Arabsat 2B

Posição orbital com bom sinal de recepção em Portugal. Contudo, é um tipo de emissão que poderá ter maior interesse para a comunidade islâmica. Preenchido por canais de tv e feeds. As antenas a utilizar terão que ser na ordem de 100cm no norte , e 70cm no sul


28,2º e 28,5º Este - Astra 2A/2B/2D e Eurobird 1

É uma das posições orbitais mais apetecidas e com redobrado interesse da transmissão, após o lançamento do “bouquet” digital tanto da BBC como da ITV em regime livre, facto este que provocou uma onda de entusiasmo por toda a Europa. Podem ainda ser recepcionados, além de diversos canais pertencentes ou a serem emitidos através da Sky, e sem codificação neste satélite. As condições de recepção destes quatro satélites são óptimas relativamente aos feixes de transmissão que abrangem a Península Ibérica, respectivamente os feixes “South” (Astras) e “Fixed” e “S1” (Eurobird 1). Os feixes “North”, com excepção do Astra 2D, têm uma área de iluminação radioeléctrica mais restrita, atingindo no seu máximo a zona Nordeste da Península Ibérica. No caso do “footprint” do Astra 2D, conclui-se que a área abrangida pelo satélite privilegia os países ibéricos, permitindo deste modo que as BBC e demais canais nele transmitidos sejam recebidos com antenas de diâmetro na ordem de 1,10 m. Sintetizando: nos satélites Astra 2A e 2B só os feixes “South” é que se podem captar, a partir de antenas com diâmetros na ordem dos 60 cm, não sendo possível a recepção do feixe “North”; quanto ao Astra 2D, é possível ser captado com antenas com diâmetros a partir de 1,10 metros; no satélite Eurobird 1, somente os feixes “Fixed” e “F1” é que se poderão receber, com antenas de diâmetro superior a 80 cm. Embora pelos “footprints” que possuimos , nas Regiões Autónomas por princípio não seria possível receber estes satélites, por informações vindas dessas regiões , conclui-se que nos Açores é possível receber o Astra 2D com uma antena com um diâmetro de cerca de 1,80 metros; e na Madeira será possível a recepção dos feixes “South” com antenas na ordem de 1,20 a 1,30 m e do Astra 2D com uma parábola de diâmetro na ordem dos 1,50 m.


26.0º Este - Badr3-4

Outro conjunto de satélites que poderá eventualmente ter maior sucesso junto da comunidade islâmica. Com a chegada a esta orbita do Badr4 , em 2006 , esta posição quase que triplicou o numero de canais de tv até então existentes e possiveis de serem captados por cá. De referir por ultimo que apenas um canal do bouquet MBC está encriptado. De resto , a emissão é em modo livre , actualmente em cerca de 150 canais, com tendencia a aumentar .Recepçao no norte , com antenas na ordem de 90cm ; no sul , a recepção já é possivel com 70cm.



23,5º Este - Astra 1D

Um dos primeiros a serem lançados pela SES-Astra , isto em 01 de Novembro de 1994.
Dele fazem parte vários canais regionais holandeses , para além de alguns canais de HD. Recepção em Portugal Continental com antenas na ordem dos 70cm.


21,6º Este - Eutelsat W6

Este satélite tem o seu feixe Wide de emissão dirigido para o centro do Mediterrâneo e Europa Central, não sendo possível a sua recepção em Portugal. No entanto o feixe West Africa é captável por ca , com antenas na ordem dos 100cm no norte , e 70cm no sul. Apenas a presença um canal marroquino , a versão nacional da 2M.


19,2º Este - Astra 1E/1F/1G/1H/ 1KR/2C

É considerada uma das posições orbitais mais “quentes” da “Cintura de Clark”. Composta neste momento por seis satélites, tem a particularidade de ser a única posição orbital onde continua a ser transmitido um número muito elevado de canais de televisão em modo analógico, facto este que ainda prende os fãs deste formato de emissão. Embora seja considerado um sistema de satélites “muito alemão”, devido ao facto da difusão da quase totalidade dos canais de televisão em analógico ser feita preferencialmente para o território alemão, o certo é que se poderão encontrar diversos canais e “bouquets” digitais de diversas proveniências. Dentro de poucas semanas chega a esta posição orbital , o recem-lançado Astra 1L , sendo posteriormente movido o Astra 2C para os 28.2ºE. Diâmetros de antenas mínimos na ordem dos 60 a 70 cm.



16.0º Este - Eutelsat W2

Satélite que divide o seu espectro de emissão entre as chamadas ligações técnicas/ feeds e “bouquets” digitais de televisão por assinatura, embora se possa receber igualmente um bom número de canais de televisão em aberto. De destacar alguns pacotes de televisão por assinatura mais importantes neste satélite, especialmente de países do Leste europeu, como por exemplo o búlgaro ITV e os albaneses Albaniasat e DigiAlb. , e dos servios da Total TV. As dimensões mínimas para a recepção deste satélite são: para a recepção dos canais de televisão comercial a partir de 80 cm; para a recepção das ligações técnicas, principalmente as emitidas por SNG, deverão ser superiores a 80 cm. Nas Regiões Autónomas: os diâmetros de antena aconselhados são de 90 cm para a Madeira; e para os Açores a partir das curvas de potência fornecidas pelo operador a recepção parece não ser possível, mas, embora não tenhamos nenhuma informação acerca da captação deste satélite, tendo em conta o que acontece com muitos outros repetidores espaciais poder-se-á eventualmente com antenas de grande dimensão captar alguns sinais dentro da zona de penumbra.



13.0º Este - Hot Bird 6/7A/8

A par da posição orbital dos 19,2º Este, esta é outra locação orbital “quente”, aliás bastante “quente”. Com uma grande variedade quanto à proveniência dos canais e bouquets de televisão aqui transmitidos, pode-se por isso afirmar que praticamente existe um canal de quase todo o Mundo neste satélite, o que invalida, pela nossa parte, qualquer referência especial a um canal ou grupo de canais, por se considerar acessória. Todos os satélites desta posição orbital podem ser recepcionados em Portugal usando antenas com um mínimo de 60 cm. Nas Regiões Autónomas: em relação aos Açores, o Hot Bird 6 será possível somente com antenas na ordem dos 1,20 metros; relativamente ao Hotbird 6 na Madeira, o diâmetro mínimo de antena aconselhado rondará os 90 cm.


10.0º Este - Eutelsat W1

É um satélite cujo serviço é mais voltado para a transmissão de ligações técnicas/feeds do que para a difusão de canais de televisão ou “bouquets” digitais. A partir dos “footprints” fornecidos pela Eutelsat, a sua cobertura radioeléctrica para a zona geográfica onde nos encontramos não é muito potente, contudo pela nossa experimentação concluiu-se que para a recepção da maioria dos canais de televisão antenas com um mínimo de 80 cm de diâmetro são suficientes (com boas condições atmosféricas). Para as ligações técnicas, o diâmetro aconselhado será de 100 cm, ou superior. Como acontece em relação aos Hot Bird, nas Regiões Autónomas os diâmetros de antena aconselhados serão de 1,20 m para os Açores e de 90 cm para a Madeira.


9.0ºE - Eurobird 9

Este Eurobird 9 ( ex-HotBird2 ) é perfeitamente captavél no nosso país com antenas na ordem dos 50cm , sendo exigidos cerca de 80cm nas regiões autónomas. Promete ser mais uma posição quente , nos tempos que se avizinham.


7.0º Este - Eutelsat W3A

Outro satélite com uma componente muito forte em ligações técnicas/feeds, nomedamente os da TVP , se bem que a grande maioria dos feeds transmita no formato video 4:2:2 , inacessivel com receptores convencionais. Comporta alguns de canais de televisão de índole comercial, pelo que tem um algum interesse mediático. Captável em Portugal continental com antenas na ordem dos 70cm.


5.0º Este - Sirius 2/3

Nesta posição orbital estão posicionados os satélites Sirius 2 e 3. O Sirius 3 tem a emissão direccionada para os países nórdicos, não sendo possível a sua recepção na Península Ibérica. Quanto ao Sirius 2, os diagramas de irradiação abrangem três áreas distintas, interessando somente para o nosso território o feixe Europe BSS. Este satélite é muito procurado pelos cidadãos do Leste europeu, especialmente russos, romenos búlgaros e ucranianos, devido a serem emitidos através deste repetidor espacial alguns canais de televisão em claro, ou parcialmente em claro, oriundos dos seus respectivos países de origem. Em Portugal este satélite pode receber-se com antenas de diâmetro a partir dos 60 cm.

4.8º Este - Astra 1C

Dispõe actualmente de 3 transponders activos com 2 canais luxemburgueses. Este satélite foi um dos primeiros em órbita na costelação dos 19,2ºE . Lançado a 12 de Maio de 1993 , " goza a sua reforma " nos 4.8ºE. Captavél em Portugal , com antenas de 60cm de diametro.

4.0º Este - Eurobird 4

Este que ja foi inicialmente o Hotbird3 ( nos 13ºE ) , foi movido posteriormente ao lançamento do Hotbird 7A , para os 10ºEste e baptizado com o nome de Eurobird10. Neste momento ocupa os 4.0º Este . É exclusivamente um satélite de feeds . Os seus transponders de polarização X , ou seja horizontal , são captavéis em Portugal Continental , com antenas de 50cm , ao passo que nas regiões autónomas o diametro exigido ronda os 100cm.

1.0º Oeste - Intelsat 10-02

Com excepção do Intelsat 10-02, os restantes satélites existentes nesta posição orbital ( Thor 2/3 ) não são passíveis de recepção em Portugal. Tem um espectro televisivo muito limitado ; alguns canais dispersos e livres dos “bouquets” digitais Digi TV (Roménia), Telenor (Finlândia). Deverão ter como mínimo um diâmetro de cerca de 70 cm (“Spot 1” e “Spot 3”).



5.0º Oeste - Atlantic Bird 3

É outro satélite de grande potência de emissão. As áreas preferenciais são a Europa e Médio Oriente. È através dele, a exemplo do que acontece com a emissão da televisão analógica, que é transmitido (parcialmente em aberto) para posterior distribuição no território francês o “bouquet” digital do sistema TDT, podendo alguns dos canais que o integram ser recepcionados em Portugal em óptimas condições. Para a recepção deste satélite, o diâmetro mínimo das antenas estará na ordem dos 50 cm para a recepção de portadoras digitais .


7.0º Oeste - Nilesat 101/102 / Atlantic Bird 4

É através destes satélites que são transmitidos diversos “bouquets” digitais árabes .Os diagramas de irradiação dos Nilesat , sugerem diâmetros mínimos para as antenas ordem dos 80 cm , no sul , enquanto que para o norte , o diametro terá que rondar os 100cm. Quanto ao Atlantic Bird 4 é um pouco mais complicado de captar , sendo o seu fooprint dirigido para a zona do Mediterraneo , Médio Oriente , Norte de Africa. Uma particularidade : Marrocos é o único país arabe que fica de fora da cobertura deste “passaro atlantico “. Estranho !


8.0º Oeste - Télécom 2D e Atlantic Bird 2

Esta dupla de satélites não é de grande interesse para o nosso país, devido principalmente aos feixes serem dirigidos para o território francês e Médio Oriente, havendo contudo a excepção do feixe “Europe”, o qual permite a recepção de canais de televisão com antenas na ordem dos 70 cm. Dele fazem parte um bouquet digital da Noorsat , e os pagos da KabelKiosk , para além da Orbit Network.
Os restantes canais são atribuídos a ligações técnicas, consequentemente de ocupação muito aleatória, o interesse na sua recepção é só um pouco acima do nulo. As antenas a utilizar terão um diâmetro mínimo na ordem dos 70 a 80 cm.



11.0º Oeste - Express 3A

Satélite russo que eventualmente desperta pouco interesse para a recepção de canais televisivos para o normal utilizador deste tipo de serviço em Portugal. Contem , para além de alguns feeds , a presença de 2 canais italianos , Antenas de diametro minimo 80cm no sul , 120cm no norte.


12,5º Oeste - Atlantic Bird 1

Satélite que até há algum tempo tinha um tráfego praticamente simbólico, neste momento já tem uma ocupação espectral com algum interesse, mercê da emissão em modo livre da MTV Italia e alguns canais do grupo La7 , para além de outros canais italianos, de leste e arabes. A destacar tambem a fortíssima presença de feeds. Esta posição orbital que perfeitamente captável com antenas de 80 cm de diâmetro.


15.0º Oeste - Telstar 12

Satélite pertencente à Loral/Skynet, transmite uma colecção de canais interessante, pelo que poderá eventualmente despertar a atenção dos aficionados da recepção satélite. Canais iranianos e chineses , são o “prato forte” deste satélite , para além de alguns feeds , nomeadamente da americana NBC e MSNBC. Tendo uma potência de transmissão bastante forte, é possível recebê-lo com antenas de diâmetro a partir dos 60cm.


18.0º Oeste - Intelsat 901

Da penúltima geração de repetidores espaciais da Intelsat, é um satélite de grandes performances mas que está praticamente vazio de canais, relativamente à difusão de canais de televisão e ligações técnicas, de periodicidade irregular. Quando há emissões neste satélite, pode-se receber os seus sinais com antenas na ordem dos 60 cm.



20.0º Oeste - Intelsat 60


Mais um satélite “moribundo” a ocupar uma posição orbital. Não foi detectada nenhuma emissão e nas listas de frequências vêm somente assinaladas ligações técnicas. Sem interesse. Antenas : diametro minimo igual a 60cm.


22.0º Oeste - NSS 7

Emite para a nossa zona alguns canais de televisão, nomeadamente argelinos , italianos e turcos , assim como algumas ligações técnicas; a antena aconselhada para a recepção poderá ser a partir de 60 cm de diâmetro.



24.5º Oeste - Intelsat 905

Da geração do IS 901 e com características de emissão semelhantes. Referir a presença de alguns feeds e de um recente bouquet pago World TV , constituido por canais hindus e da Nigéria. Antenas: diametro minimo de 60cm.


27,5º Oeste - Intelsat 907

Outro satélite com algum interesse sob o ponto de vista de recepção. Constituido maioritariamente for feeds. Antenas : diametro minimo de 60cm.



30.0º Oeste - Hispasat 1C/1D

É decerto o satélite que em Portugal tem mais antenas apontadas na sua direcção. Através deste repetidor espacial são transmitidos diversos canais de importância mediática, como - por exemplo - canais religiosos pertencentes a diversas igrejas, além dos muito desejados “bouquets” digitais da TV Cabo (o maior interesse para o nosso mercado), Digital+, etc.. Sendo uma das constelações de satélites com uma das maiores áreas abrangentes, em relação à Europa vai desde praticamente o meio do Oceano Atlântico até à parte Ocidental da Rússia e Ucrânia, podendo-se afirmar sem qualquer tipo de exagero que é uma das posições orbitais em banda Ku que abrange uma maior área geográfica. Aliás, a sua zona de penumbra vai até às ilhas de Cabo Verde e alcança igualmente a Guiné, sendo possível - segundo relatos - receber aí os seus sinais em permanência praticamente durante todo o dia. Entre nós, com bom tempo (ou seja, com céu limpo ou pouco nublado), é possível a recepção dos seus sinais dentro da zona de maior potência (a área dos 54 dBW) com antenas de diâmetro na ordem dos 30 cm.



31,5º Oeste - Intelsat 801

Satélite de fraca ocupação de canais televisivos , alias só ligações técnicas e raras.
As dimensões das antenas: cerca de 60 cm diametro minimo



34,5º Oeste - Intelsat 903

Satélite igualmente de fraca ocupação de sinal TV e aleatória. Antenas exigidas : 60cm diametro minimo.



37,5º Oeste - Telstar 11 / NSS-10

É uma posição orbital praticamente sem interesse. Antenas exigidias : 60cm diametro minimo.


43.1º Oeste - Intelsat 3R

Este satélite transmite alguns canais sul-americanos capazes de despertar algum interesse junto dos entusiastas portugueses da recepção satélite, pelo seu ineditismo. Pode ser captado em boas condições com antenas na ordem dos 85 cm.


45.0º Oeste - Intelsat 1R

Além de alguns serviços de Internet, só é possível receber-se o “bouquet” da CCTV, o qual contém apenas dois canais de televisão, respectivamente o CCTV 4 e o CCTV E&F. Embora o “footprint” fornecido pelo operador situe o nosso país numa zona de potência na ordem dos 48 dBW, este transponder só foi recebido em condições com uma antena de 85 cm.



58.0º Oeste - Intelsat 9

Satélite de fraca ocupação. Dele fazem parte alguns feeds , bem como os canais Cubavision e a Aastha International em modo livre.
Captavél com antenas a partir de 70cm de diametro , com um angulo de elevação já relativamente baixo.


61.0º Oeste - Amazonas

Registo apenas para uma data neste satélite extremo. Captável com antenas a partir de 70cm de diametro

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D