Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIVE TV

LIVE TV

Política de privacidade do Google vai mudar. Confira

Janeiro 31, 2012

sattotal


Política de privacidade do Google vai mudar. Confira em que você deve ficar atento.

No dia 1º de março os usuários do Google estarão submetidos à apenas um grupo de regras para acessarem os serviços da companhia. Se, à primeira vista, isso não vai representar grandes mudanças no seu acesso ao Gmail, Mapas, Agenda e demais serviços, nos bastidores, você deve ficar atento aos seus dados. Nesse post vou explicar por que.

A decisão, segundo o Google, foi motivada pela simplificação legal, já que atualmente temos 60 diferentes regras e diretrizes (aquele quadradinho no qual sempre clicamos em “Concordo com as condições de utilização”, sabe?) para acessar diferentes serviços.

Unificando-as, a qualidade e fluidez entre um email e o docs, por exemplo, ficará ainda melhor. Só que… isso também vai orientar significativas alterações em como você submete sua privacidade e seus dados, aos donos do serviço.

Isso quer dizer que ficará mais fácil carregar os dados de busca de um serviço para outro, municionando o sistema de publicidade do Google a oferecer serviços relevantes a todo o momento para você.

Sua identidade digital, entendida aqui como todo o tipo de informação que você disponibilizar ao Google ficará disponível a empresa e, o que é pior, a outros usuários. Explicando: os mapas que você visitou, os documentos que produziu, os nomes que utiliza em cada um desses serviços, assim como avatares e demais itens farão parte de um único pacote de informações. Em termos gerais: sua privacidade nos serviços do Google nunca mais será a mesma.

Analistas têm criticado fortemente a decisão e brincado até mesmo com o slogan da companhia que, em seus primórdios, dizia não praticar o mal para ter sucesso. Em inglês: “Don´t be evil”. Segundo eles, estamos testemunhando o fim do “Don´t be evil”.

Fonte:- BLOG DA LU

Como está os seus "UPLOAD" e "DOWNLOAD"

Janeiro 24, 2012

sattotal


Com o fechamento do MegaUpload.com a maioria já deve saber que estamos passando por uma situação complicada em relação aos sites de compartilhamento de arquivos.

Fileserve, filesonic, uploaded e vários outros começaram a enfrentar problemas, desativar programas de afiliados, deletar MUITOS arquivos, desabilitarem contas e bloquear acesso de usuários dos estados unidos.

O Multiupload também foi pressionado pelo FBI e nos ultimos dias, o download dos links diretos a partir dele foi desabilitado, o upload praticamente impossível, posto que o serviço sempre está congelado, e os mirros dos servidores que o Multiupload estão deletando todos os arquivos. De modo que o multiupload está apresentando falsos links online, o link do multiupload estão online, mas quando vc clica em algum dos servidores, todos ou quase todos estão offline.

O 4shared está numa busca desenfreada por deletar arquivos, deletando vários nos ultimos dias.
Torrent e mIRC também correm riscos.

O MediaFire que é o nosso atual filehost, seus donos estão convidados a depor nos próximos 90 dias, então como a maioria ja percebeu estamos em sérios problemas.

E bem, é visível que qualquer filehost da atualidade corre perigo de deixar de funcionar, deletar contas e afins.

Eu estou muito triste vendo dezenas de fansubs perderam o trabalho de anos, e desanimados ante a necessidade de terem que reupar todo o conteúdo do fansub. Tivemos fansubs de Doramas, por exemplo, que tiveram uma perda de 100% dos links.

Pra completar a história, Hollywood já disse que não vai apoiar financeiramente a reeleição de Obama, caso ele não fique do lado deles! Ou seja, eles querem que SOPA e PIPA sejam aprovadas a qualquer custo!!



Aqui uma lista da situação dos mirrors atuais: -


- MegaUpload, Fechado.

- FileServe, Fechando não vende premium.

- FileJungle, Excluindo arquivos. Bloqueado nos EUA.

- UploadStation, Bloqueado nos EUA.

- FileSonic, desabilitado

- VideoBB, Fechado! deve sumir em breve.

- Uploaded, Banido dos EUA e o FBI vai atras dos donos que sumiram.

- FilePost, Deletando todo material (so vão deixar executaveis, pdfs, txts)

- VideoZer, Fechando e bloqueado nos paises afiliados aos USA.

- 4shared, Excluindo arquivos com copyright e aguarda na fila do FBI
.
- MediaFire, Convocado a depor nos proximos 90 dias e tera de abrir as portas pro FBI

- Torrente org, poderá sumir com tudo em até 30 dias "ele esta sob investigaççao criminal"

- Rede Share mIRC, aguarda a decisão do caso Torrente para continuar ou encerrar tudo.

- KoshiKO, operando 100% japão não ira aderir ao SOPA/PIPA

- Shienko Box, operando 100% china/korea não irão aderir ao SOPA/PIPA

- ShareX BR, grupo UOL / BOL / iG dizem que não irão aderir ao SOPA/PIPA


Enquanto isso, o maior grupo hacker do mundo, Anonnymous, estão hackeando vários sites internacionais do governos e das grandes empresas que apoiam as leis SOPA e PIPA e estão construindo um servidor de hospedagem de arquivos, tal como o Megaupload, cujos servidores estão na Rússia (país que tá pouco se lixando com o FBI).

Peço que comentem a respeito, divulguem em seus sites, blogs, twitter, facebook e outras redes sociais.

Fonte(s): SakuraAnimes


Links desta Matéria

Como está os seus "UPLOAD" e "DOWNLOAD"

Janeiro 24, 2012

sattotal


Com o fechamento do MegaUpload.com a maioria já deve saber que estamos passando por uma situação complicada em relação aos sites de compartilhamento de arquivos.

Fileserve, filesonic, uploaded e vários outros começaram a enfrentar problemas, desativar programas de afiliados, deletar MUITOS arquivos, desabilitarem contas e bloquear acesso de usuários dos estados unidos.

O Multiupload também foi pressionado pelo FBI e nos ultimos dias, o download dos links diretos a partir dele foi desabilitado, o upload praticamente impossível, posto que o serviço sempre está congelado, e os mirros dos servidores que o Multiupload estão deletando todos os arquivos. De modo que o multiupload está apresentando falsos links online, o link do multiupload estão online, mas quando vc clica em algum dos servidores, todos ou quase todos estão offline.

O 4shared está numa busca desenfreada por deletar arquivos, deletando vários nos ultimos dias.
Torrent e mIRC também correm riscos.

O MediaFire que é o nosso atual filehost, seus donos estão convidados a depor nos próximos 90 dias, então como a maioria ja percebeu estamos em sérios problemas.

E bem, é visível que qualquer filehost da atualidade corre perigo de deixar de funcionar, deletar contas e afins.

Eu estou muito triste vendo dezenas de fansubs perderam o trabalho de anos, e desanimados ante a necessidade de terem que reupar todo o conteúdo do fansub. Tivemos fansubs de Doramas, por exemplo, que tiveram uma perda de 100% dos links.

Pra completar a história, Hollywood já disse que não vai apoiar financeiramente a reeleição de Obama, caso ele não fique do lado deles! Ou seja, eles querem que SOPA e PIPA sejam aprovadas a qualquer custo!!



Aqui uma lista da situação dos mirrors atuais: -


- MegaUpload, Fechado.

- FileServe, Fechando não vende premium.

- FileJungle, Excluindo arquivos. Bloqueado nos EUA.

- UploadStation, Bloqueado nos EUA.

- FileSonic, desabilitado

- VideoBB, Fechado! deve sumir em breve.

- Uploaded, Banido dos EUA e o FBI vai atras dos donos que sumiram.

- FilePost, Deletando todo material (so vão deixar executaveis, pdfs, txts)

- VideoZer, Fechando e bloqueado nos paises afiliados aos USA.

- 4shared, Excluindo arquivos com copyright e aguarda na fila do FBI
.
- MediaFire, Convocado a depor nos proximos 90 dias e tera de abrir as portas pro FBI

- Torrente org, poderá sumir com tudo em até 30 dias "ele esta sob investigaççao criminal"

- Rede Share mIRC, aguarda a decisão do caso Torrente para continuar ou encerrar tudo.

- KoshiKO, operando 100% japão não ira aderir ao SOPA/PIPA

- Shienko Box, operando 100% china/korea não irão aderir ao SOPA/PIPA

- ShareX BR, grupo UOL / BOL / iG dizem que não irão aderir ao SOPA/PIPA


Enquanto isso, o maior grupo hacker do mundo, Anonnymous, estão hackeando vários sites internacionais do governos e das grandes empresas que apoiam as leis SOPA e PIPA e estão construindo um servidor de hospedagem de arquivos, tal como o Megaupload, cujos servidores estão na Rússia (país que tá pouco se lixando com o FBI).

Peço que comentem a respeito, divulguem em seus sites, blogs, twitter, facebook e outras redes sociais.

Fonte(s): SakuraAnimes


Links desta Matéria

"Menos Luiza, que está no Canadá" já rendeu mais de dois milhões de acessos na rede

Janeiro 22, 2012

sattotal

O vídeo, gravado para divulgar um empreendimento imobiliário na Paraíba, caiu no gosto dos internautas e virou febre na web. A moça, que estava no exterior para estudar inglês, antecipou a volta ao Brasil.

Por causa do sucesso, Luíza já recebeu dezenas de propostas para atuar em campanhas comerciais.





VEJA O VÍDEO DO COMERCIAL


"Menos Luiza, que está no Canadá" já rendeu mais de dois milhões de acessos na rede

Janeiro 22, 2012

sattotal

O vídeo, gravado para divulgar um empreendimento imobiliário na Paraíba, caiu no gosto dos internautas e virou febre na web. A moça, que estava no exterior para estudar inglês, antecipou a volta ao Brasil.

Por causa do sucesso, Luíza já recebeu dezenas de propostas para atuar em campanhas comerciais.





VEJA O VÍDEO DO COMERCIAL


Megaupload: fundador tinha vida de luxo

Janeiro 22, 2012

sattotal


Kim Dotcom, o fundador da Megaupload, tinha uma vida de luxo. O homem acusado pelos Estados Unidos de dirigir o maior portal de pirataria na internet, é mesmo descrito como um milionário extravagante. Dotcom (aliás, Schmitz, o nome real), alemão de nascimento e que há um ano tem autorização de residência na Nova Zelândia, onde está preso, é ainda conhecido como Kimble ou Kim Jim Vestor.

A imprensa local incluiu-o no grupo de dez pessoas mais ricas da Nova Zelândia e é considerado um apaixonado por carros de luxo, mulheres e mansões. Vive numa mansão de 25 milhões de dólares e tem vários automóveis, desde um Rolls Royce descapotável a um Cadillac rosa de 1950.


Descobertos 29,8 milhões de euros

Cerca de 100 agentes de Hong Kong recolheram provas do caso do portal MegaUpload e descobriram cerca de 330 milhões de dólares de Hong Kong (29,8 milhões de euros) relacionados com os alegados procedimentos criminosos, informaram as autoridades aduaneiras.

«Os activos foram congelados em conformidade com as provas obtidas. A operação está em curso», disseram as autoridades em comunicado citado pela agência Lusa.

Os agentes de Hong Kong realizaram buscas em escritórios, residências e suites de hotel no âmbito da investigação mundial do FBI sobre a pirataria informática no portal de partilha de conteúdos Megaupload.com.

Fonte:- IOL

Megaupload: fundador tinha vida de luxo

Janeiro 22, 2012

sattotal


Kim Dotcom, o fundador da Megaupload, tinha uma vida de luxo. O homem acusado pelos Estados Unidos de dirigir o maior portal de pirataria na internet, é mesmo descrito como um milionário extravagante. Dotcom (aliás, Schmitz, o nome real), alemão de nascimento e que há um ano tem autorização de residência na Nova Zelândia, onde está preso, é ainda conhecido como Kimble ou Kim Jim Vestor.

A imprensa local incluiu-o no grupo de dez pessoas mais ricas da Nova Zelândia e é considerado um apaixonado por carros de luxo, mulheres e mansões. Vive numa mansão de 25 milhões de dólares e tem vários automóveis, desde um Rolls Royce descapotável a um Cadillac rosa de 1950.


Descobertos 29,8 milhões de euros

Cerca de 100 agentes de Hong Kong recolheram provas do caso do portal MegaUpload e descobriram cerca de 330 milhões de dólares de Hong Kong (29,8 milhões de euros) relacionados com os alegados procedimentos criminosos, informaram as autoridades aduaneiras.

«Os activos foram congelados em conformidade com as provas obtidas. A operação está em curso», disseram as autoridades em comunicado citado pela agência Lusa.

Os agentes de Hong Kong realizaram buscas em escritórios, residências e suites de hotel no âmbito da investigação mundial do FBI sobre a pirataria informática no portal de partilha de conteúdos Megaupload.com.

Fonte:- IOL

Polémica lei anti pirataria perde apoiantes nos EUA

Janeiro 20, 2012

sattotal

Pelo menos oito membros do Congresso dos EUA deixaram de apoiar a polémica lei SOPA, destinada a combater a pirataria na Internet, que levou ontem diversos sites a promover um apagão na Rede.

Os oito membros do Congresso norte-americano, onde está a ser debatido o diploma que os seus opositores defendem que irá resultar na censura da Internet, resolveram deixar de apoiar a lei, no mesmo dia em que vários sites e empresas, entre os quais a Wikipedia, o Google ou a WordPress, resolveram protestar contra a lei através de um apagão de conteúdos.

Deste grupo, dois dos congressistas (Marco Rubio, da Florida, e Roy Blunt, do Missouri) eram dos principais apoiantes da lei, avança a BBC.

Reagindo ao protesto, a Motion Picture Association of America considerou a iniciativa como «irresponsável».


No centro da polémica está a lei SOPA, que, entre outros aspectos, obrigará as operadoras e empresas com serviços na Internet a bloquear sites que sejam acusados de disponibilizar conteúdos protegidos com direitos de autor de forma ilegal.

Sobre o abandono de dois dos principais apoiantes da lei, um analista citado pela BBC considera que este é um forte revés para a lei, que poderá agora ter mais dificuldades em ser aprovada.
De acordo com o site noticioso Politico, cerca de 7 mil sites aderiram ao apagão durante o dia de ontem.

Polémica lei anti pirataria perde apoiantes nos EUA

Janeiro 20, 2012

sattotal

Pelo menos oito membros do Congresso dos EUA deixaram de apoiar a polémica lei SOPA, destinada a combater a pirataria na Internet, que levou ontem diversos sites a promover um apagão na Rede.

Os oito membros do Congresso norte-americano, onde está a ser debatido o diploma que os seus opositores defendem que irá resultar na censura da Internet, resolveram deixar de apoiar a lei, no mesmo dia em que vários sites e empresas, entre os quais a Wikipedia, o Google ou a WordPress, resolveram protestar contra a lei através de um apagão de conteúdos.

Deste grupo, dois dos congressistas (Marco Rubio, da Florida, e Roy Blunt, do Missouri) eram dos principais apoiantes da lei, avança a BBC.

Reagindo ao protesto, a Motion Picture Association of America considerou a iniciativa como «irresponsável».


No centro da polémica está a lei SOPA, que, entre outros aspectos, obrigará as operadoras e empresas com serviços na Internet a bloquear sites que sejam acusados de disponibilizar conteúdos protegidos com direitos de autor de forma ilegal.

Sobre o abandono de dois dos principais apoiantes da lei, um analista citado pela BBC considera que este é um forte revés para a lei, que poderá agora ter mais dificuldades em ser aprovada.
De acordo com o site noticioso Politico, cerca de 7 mil sites aderiram ao apagão durante o dia de ontem.

Megaupload: Operação antipirataria desencadeia guerra online

Janeiro 20, 2012

sattotal

O site Megaupload foi encerrado pelas autoridades norte-americanas e o seu fundador foi detido após uma queixa da companhia discográfica Universal. O colectivo hacker Anonymous retaliou com o maior ataque de sempre.

Segundo a justiça norte-americana, o serviço de partilha de ficheiros Megaupload, um dos mais populares da internet, é responsável por prejuízos de quase 500 milhões de euros de autores e empresas da indústria discográfica e cinematográfica. Sete pessoas - quatro das quais detidas na Nova Zelândia, incluindo o fundador do Megaupload Kim Dotcom - são acusadas de associação criminosa e violação de direitos de autor.

Para além do encerramento do site, legalmente sediado em Hong Kong, foram apreendidos diversos servidores, material informático e outros bens no valor de 50 milhões de dólares.

A operação internacional surge após várias acções legais movidas por gigantes como a Universal, que recentemente contestara a participação de conhecidas estrelas da música pop num vídeo de promoção do Megaupload. Will.i.am, Kanye West e Alicia Keys são alguns músicos que defendem aquele site partilha de ficheiros, apesar da companhia discográfica não ter autorizado os artistas a participar no anúncio.
Polémica antipirataria

A acção contra o Megaupload, que em si não é um site de partilha de conteúdos protegidos, mas que pode ser utilizado para esse fim de forma anónima, acontece um dia após o protesto da Wikipédia e de outros importantes sites contra dois projectos-lei que neste momento são discutidos nos Estados Unidos.

Os diplomas PIPA e SOPA prevêem o encerramento de sites que contenham conteúdos protegidos, ainda que tenham sido utilizadores e não os administradores desses sites a difundir ilegalmente músicas, filmes ou fotografias. A título de exemplo, o YouTube poderia ser encerrado e enfrentar acção legal pelo facto de um utilizador divulgar naquele site um conteúdo protegido por direitos de autor, ainda que sem a autorização daquele serviço de vídeo.

Contra-ataque hacker


Entretanto, o caso Megaupload motivou aquele que será já o maior ataque de sempre protagonizado pela rede hacker Anonymous. Às 23h de quinta-feira (hora de Lisboa), 5,635 indivíduos participavam numa acção que tinha tornado indisponíveis os sites de várias organizações governamentais e empresas audiovisuais. FBI, Departamento de Justiça, Universal, MPAA e RIAA estavam offline.
Às 23h55, a CNN citava uma fonte do colectivo hacker para indicar que pelo menos 27.000 computadores estariam a ser utilizados no ataque.
Às primeiras horas de sexta-feira, o Megaupload voltava a estar disponível de forma clandestina através do endereço
http://megaupload.bz

Fonte:- SOL

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub