Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LIVE TV

LIVE TV

...

Julho 31, 2011

sattotal

Microsoft tem mostrado na Net a localização de milhões de telefones, portáteis e routers

O serviço Live.com, da Microsoft, tem estado a revelar na Web a localização de milhões de portáteis, telemóveis e dispositivos que operam como pontos de acesso de Wi-Fi

Nem os dispositivos que operam com tecnologias Android e Apple escaparam a esta exposição de dados pessoais em larga escala.

De acordo com a Cnet, os dados estão a ser disponibilizados no serviço Live.com, sem a devida proteção da privacidade dos proprietários dos dispositivos.

O mapa não só referencia nomes de ruas, como chega ao pormenor de indicar em que ponto do arruamento se encontra o dispositivo localizado.

A base de dados que está no centro da polémica começou por ser criada a partir de dados fornecidos pelos dispositivos que operam com o Windows Phone 7.

A esta remessa de dados juntou-se ainda a informação recolhida por veículos equipados pela companhia de Redmond com o propósito de obter dados sobre os sistemas de Wi-Fi que estão acessíveis a partir das artérias de várias cidades.

Numa das páginas oficiais da companhia, a Microsoft justifica esta recolha de dados, que se assemelha em parte à efetuada pela Google durante o desenvolvimento do Street View, com o lançamento de funcionalidades que melhoram os resultados de pesquisas, previsões climatéricas, notícias sobre filmes, e orientação baseada na localização do utilizador.

Sem as devidas proteções, os dados recolhidos pela Microsoft podem ser usados para monitorizar os movimentos de uma ou mais pessoas. Só que, ao que parece, a Microsoft não terá tomado as precauções que a Google tomou outrora para evitar a celeuma em torno das fugas de informação causadas pelo serviço Street View.

Esta fuga de informação no Live.com foi detetada por Elie Bursztein, um investigador do Stanford Security Laboratory, que pretende fornecer mais detalhes sobre este assunto durante a conferência Black Hat que se realiza, na próxima semana, em Las Vegas.

A Microsoft ainda não reagiu a esta notícia da Cnet.

...

Julho 31, 2011

sattotal

Microsoft tem mostrado na Net a localização de milhões de telefones, portáteis e routers

O serviço Live.com, da Microsoft, tem estado a revelar na Web a localização de milhões de portáteis, telemóveis e dispositivos que operam como pontos de acesso de Wi-Fi

Nem os dispositivos que operam com tecnologias Android e Apple escaparam a esta exposição de dados pessoais em larga escala.

De acordo com a Cnet, os dados estão a ser disponibilizados no serviço Live.com, sem a devida proteção da privacidade dos proprietários dos dispositivos.

O mapa não só referencia nomes de ruas, como chega ao pormenor de indicar em que ponto do arruamento se encontra o dispositivo localizado.

A base de dados que está no centro da polémica começou por ser criada a partir de dados fornecidos pelos dispositivos que operam com o Windows Phone 7.

A esta remessa de dados juntou-se ainda a informação recolhida por veículos equipados pela companhia de Redmond com o propósito de obter dados sobre os sistemas de Wi-Fi que estão acessíveis a partir das artérias de várias cidades.

Numa das páginas oficiais da companhia, a Microsoft justifica esta recolha de dados, que se assemelha em parte à efetuada pela Google durante o desenvolvimento do Street View, com o lançamento de funcionalidades que melhoram os resultados de pesquisas, previsões climatéricas, notícias sobre filmes, e orientação baseada na localização do utilizador.

Sem as devidas proteções, os dados recolhidos pela Microsoft podem ser usados para monitorizar os movimentos de uma ou mais pessoas. Só que, ao que parece, a Microsoft não terá tomado as precauções que a Google tomou outrora para evitar a celeuma em torno das fugas de informação causadas pelo serviço Street View.

Esta fuga de informação no Live.com foi detetada por Elie Bursztein, um investigador do Stanford Security Laboratory, que pretende fornecer mais detalhes sobre este assunto durante a conferência Black Hat que se realiza, na próxima semana, em Las Vegas.

A Microsoft ainda não reagiu a esta notícia da Cnet.

Tulalip. Será mesmo que a possível nova rede social da Microsoft vazou sem querer?

Julho 19, 2011

sattotal

Vejam vocês como anda disputado o cenário do marketing digital entre os grandes. Se nos últimos 15 dias vivemos às voltas com a briga entre Facebook e Google+, a nova rede social do Google, parece que a Microsoft vai ensaiar algum movimento em breve. Vejam a imagem abaixo:




Esta é a “fotografia” do que foi, possivelmente, uma estratégia de divulgação, no mínimo, inusitada por parte da Microsoft. O fato foi o seguinte: durante um curto espaço de tempo, esta imagem ficou disponível no site socl.com, domínio que é da empresa, avisando sobre uma possível nova maneira de encontrar e compartilhar resultados na web. As cores, o jeitão e os botões de compartilhamento não enganam ninguém: é algum projeto voltado às rede sociais.



Não que seja novidade, pois como projeto, o Tulalip já está em planejamento dentro do Microsoft Research, o mesmo laboratório de ideias de onde surgiu o Windows Phone.



Segundos depois, a própria empresa publicou uma nota de desculpas, avisando que o projeto ainda era um trabalho interno e havia sido publicado por engano…

Tulalip. Será mesmo que a possível nova rede social da Microsoft vazou sem querer?

Julho 19, 2011

sattotal

Vejam vocês como anda disputado o cenário do marketing digital entre os grandes. Se nos últimos 15 dias vivemos às voltas com a briga entre Facebook e Google+, a nova rede social do Google, parece que a Microsoft vai ensaiar algum movimento em breve. Vejam a imagem abaixo:




Esta é a “fotografia” do que foi, possivelmente, uma estratégia de divulgação, no mínimo, inusitada por parte da Microsoft. O fato foi o seguinte: durante um curto espaço de tempo, esta imagem ficou disponível no site socl.com, domínio que é da empresa, avisando sobre uma possível nova maneira de encontrar e compartilhar resultados na web. As cores, o jeitão e os botões de compartilhamento não enganam ninguém: é algum projeto voltado às rede sociais.



Não que seja novidade, pois como projeto, o Tulalip já está em planejamento dentro do Microsoft Research, o mesmo laboratório de ideias de onde surgiu o Windows Phone.



Segundos depois, a própria empresa publicou uma nota de desculpas, avisando que o projeto ainda era um trabalho interno e havia sido publicado por engano…

Microsoft compra Skype e a pergunta fica no ar: o que vai mudar?

Maio 14, 2011

sattotal

A Microsoft anunciou a sua maior aquisição em mais de 30 anos de história: comprou o Skype por US$ 8,5 bilhões. De olho na tecnologia do sistema de VoIP e em sua base de 663 milhões de usuários, a empresa de Redmond, contudo, deixou a nós usuários com algumas dúvidas na cabeça.

Será que nunca mais vamos poder conversar com parentes de outros estados e países da forma prática e econômica que o Skype possibilita? O consenso geral entre os analistas de mercado é que, no médio prazo, ou seja, em um ano, nada muda.

Isso porque existe uma prática nos negócios digitais que precisa ser “obedecida”: o que começou gratuito permanece gratuito. Seria muito danoso à marca alterar esta regra. Portanto, poderemos continuar a utilizar as modalidades gratuitas do Skype sem medo.


No entanto, teremos que acostumar a, pouco a pouco, ceder lugar à propaganda no serviço. Uma das principais razões para a compra do Skype pela Microsoft foi o imenso fluxo de usuários que utiliza o sistema. Você acha mesmo que a turma do Bill Gates deixaria esta oportunidade passar? Então, prepare-se: em pouco tempo você verá propaganda no Skype.

Por outro lado, a experiência de se utilizar o Skype deve migrar muito em breve para outras plataformas, o que será muito interessante. Já imaginou fazer uma videochamada utilizando seu Xbox acoplado ao Kinect? Ou ainda em seu WindowsPhone? A parceria tecnológica se estende ainda para outros produtos da empresa, como o Outlook e o Office. Será que teremos uma integração total da suíte de programas de produtividade com a tecnologia Skype? Isso ia ser bem interessante, não acham? É para ficar de olho.

Ah, e por falar em atenção, usuários de outras plataformas (iOs dos Macs e os Linux) podem ficar tranquilos: não faz parte dos planos da Microsoft bloquear o acesso ao programa!

E o MSN, como fica?

Alguns analistas apontam a união dos dois serviços como um ponto negativo na aquisição, em função do peso e problemas constantes no comunicador da Microsoft. No entanto, há a turma que garante que, ao “importar” a interface e tecnologia so Skype para dentro do MSN o serviço melhoria.

Negócios bilionários à parte, nos resta acompanhar a evolução do Skype e torcer para que possamos contar com suas facilidade!

Microsoft compra Skype e a pergunta fica no ar: o que vai mudar?

Maio 14, 2011

sattotal

A Microsoft anunciou a sua maior aquisição em mais de 30 anos de história: comprou o Skype por US$ 8,5 bilhões. De olho na tecnologia do sistema de VoIP e em sua base de 663 milhões de usuários, a empresa de Redmond, contudo, deixou a nós usuários com algumas dúvidas na cabeça.

Será que nunca mais vamos poder conversar com parentes de outros estados e países da forma prática e econômica que o Skype possibilita? O consenso geral entre os analistas de mercado é que, no médio prazo, ou seja, em um ano, nada muda.

Isso porque existe uma prática nos negócios digitais que precisa ser “obedecida”: o que começou gratuito permanece gratuito. Seria muito danoso à marca alterar esta regra. Portanto, poderemos continuar a utilizar as modalidades gratuitas do Skype sem medo.


No entanto, teremos que acostumar a, pouco a pouco, ceder lugar à propaganda no serviço. Uma das principais razões para a compra do Skype pela Microsoft foi o imenso fluxo de usuários que utiliza o sistema. Você acha mesmo que a turma do Bill Gates deixaria esta oportunidade passar? Então, prepare-se: em pouco tempo você verá propaganda no Skype.

Por outro lado, a experiência de se utilizar o Skype deve migrar muito em breve para outras plataformas, o que será muito interessante. Já imaginou fazer uma videochamada utilizando seu Xbox acoplado ao Kinect? Ou ainda em seu WindowsPhone? A parceria tecnológica se estende ainda para outros produtos da empresa, como o Outlook e o Office. Será que teremos uma integração total da suíte de programas de produtividade com a tecnologia Skype? Isso ia ser bem interessante, não acham? É para ficar de olho.

Ah, e por falar em atenção, usuários de outras plataformas (iOs dos Macs e os Linux) podem ficar tranquilos: não faz parte dos planos da Microsoft bloquear o acesso ao programa!

E o MSN, como fica?

Alguns analistas apontam a união dos dois serviços como um ponto negativo na aquisição, em função do peso e problemas constantes no comunicador da Microsoft. No entanto, há a turma que garante que, ao “importar” a interface e tecnologia so Skype para dentro do MSN o serviço melhoria.

Negócios bilionários à parte, nos resta acompanhar a evolução do Skype e torcer para que possamos contar com suas facilidade!

Microsoft também admite problemas de segurança em rede de games online

Abril 28, 2011

sattotal

A Microsoft alertou nesta quarta-feira (27) internautas sobre possíveis tentativas de roubo de dados pessoais em seu serviço de jogos online para o console Xbox, dias após a Sony suspender seu sistema equivalente para PlayStation por motivos similares. O alerta continua no ar na manhã desta quinta-feira (28).

A empresa anunciou no site do Xbox que detectou uma brecha de segurança no serviço Xbox Live. Mensagens que pdem informações pessoais podem aparecer em uma janela para os usuários do game Call of Duty: Modern Warfare 2.

Um comunicado publicado no site que mostra o status da rede Xbox Live, que funciona normalmente, a Micrososft informa o problema.

- Estamos cientes do problema e estamos trabalhando para resolvê-lo.

Essa revelação ocorreu um dia após a Sony dos Estados Unidos reconhecer que o bloqueio de seus serviços online para PlayStation, que entrou em vigor há uma semana, foi uma medida de precaução para frear um caso de roubo de dados pessoais dos clientes.

Segundo a Sony, dados como nome, endereço, e-mail, data de nascimento e senhas para entrar na rede PlayStation Network poderiam estar em posse de um hacker, que teria conseguido burlar os sistemas de segurança.

Embora não tenha "evidências" de que um hacker teria realmente acessado os números e datas de validade dos cartões de crédito dos usuários, a empresa não descartou essa possibilidade e alertou seus clientes para que tomassem precauções.

Microsoft também admite problemas de segurança em rede de games online

Abril 28, 2011

sattotal

A Microsoft alertou nesta quarta-feira (27) internautas sobre possíveis tentativas de roubo de dados pessoais em seu serviço de jogos online para o console Xbox, dias após a Sony suspender seu sistema equivalente para PlayStation por motivos similares. O alerta continua no ar na manhã desta quinta-feira (28).

A empresa anunciou no site do Xbox que detectou uma brecha de segurança no serviço Xbox Live. Mensagens que pdem informações pessoais podem aparecer em uma janela para os usuários do game Call of Duty: Modern Warfare 2.

Um comunicado publicado no site que mostra o status da rede Xbox Live, que funciona normalmente, a Micrososft informa o problema.

- Estamos cientes do problema e estamos trabalhando para resolvê-lo.

Essa revelação ocorreu um dia após a Sony dos Estados Unidos reconhecer que o bloqueio de seus serviços online para PlayStation, que entrou em vigor há uma semana, foi uma medida de precaução para frear um caso de roubo de dados pessoais dos clientes.

Segundo a Sony, dados como nome, endereço, e-mail, data de nascimento e senhas para entrar na rede PlayStation Network poderiam estar em posse de um hacker, que teria conseguido burlar os sistemas de segurança.

Embora não tenha "evidências" de que um hacker teria realmente acessado os números e datas de validade dos cartões de crédito dos usuários, a empresa não descartou essa possibilidade e alertou seus clientes para que tomassem precauções.

Internet Explorer: Pouco depois da versão 9… eis a 10

Abril 13, 2011

sattotal

A Microsoft aproveitou o evento para programadores Mix11 e apresentou oficialmente a primeira preview do Internet Explorer 10, num anúncio que acontece poucas semanas após o lançamento da última versão do browser.

Segundo a CNet, que cita Dean Hachamovitch, vice-presidente para o Internet Explorer a Microsoft irá apresentar novas previews do futuro IE a cada 12 semanas, mostrando os desenvolvimentos entretanto realizados.
  
Refira-se que a estratégia anunciada torna o ciclo de apresentações mais longo, uma vez que para IE9 o intervalo estabelecido entre as previews é de oito semanas.


Para já, a empresa assegura que a próxima versão do browser vai mais longe na utilização do futuro standard HTML5, já incluído no IE9. Entre os recursos adicionados ao IE10 estão o suporte ao CSS3 Gradients e ao CSS3 Flexible Box Layout.
"O Internet Explorer 10 elevará ainda mais os limites de tudo aquilo que os programadores podem fazer na Web", assegurou Hachamovitch, no discurso que serviu para inaugurar o encontro, em Las Vegas.



A versão de testes do IE10 pode ser descarregada a partir do site IE Test Drive.

Fica também o video com o teste feito pela equipa do Engadget à preview.



Canal de engadget - Youtube
http://www.youtube.com/user/engadget

IE TESTE DRIVE
http://ie.microsoft.com/testdrive/  

Microsoft - Portugal
http://www.microsoft.pt/  

Internet Explorer: Pouco depois da versão 9… eis a 10

Abril 13, 2011

sattotal

A Microsoft aproveitou o evento para programadores Mix11 e apresentou oficialmente a primeira preview do Internet Explorer 10, num anúncio que acontece poucas semanas após o lançamento da última versão do browser.

Segundo a CNet, que cita Dean Hachamovitch, vice-presidente para o Internet Explorer a Microsoft irá apresentar novas previews do futuro IE a cada 12 semanas, mostrando os desenvolvimentos entretanto realizados.
  
Refira-se que a estratégia anunciada torna o ciclo de apresentações mais longo, uma vez que para IE9 o intervalo estabelecido entre as previews é de oito semanas.


Para já, a empresa assegura que a próxima versão do browser vai mais longe na utilização do futuro standard HTML5, já incluído no IE9. Entre os recursos adicionados ao IE10 estão o suporte ao CSS3 Gradients e ao CSS3 Flexible Box Layout.
"O Internet Explorer 10 elevará ainda mais os limites de tudo aquilo que os programadores podem fazer na Web", assegurou Hachamovitch, no discurso que serviu para inaugurar o encontro, em Las Vegas.



A versão de testes do IE10 pode ser descarregada a partir do site IE Test Drive.

Fica também o video com o teste feito pela equipa do Engadget à preview.



Canal de engadget - Youtube
http://www.youtube.com/user/engadget

IE TESTE DRIVE
http://ie.microsoft.com/testdrive/  

Microsoft - Portugal
http://www.microsoft.pt/  

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub